Eleições 2022 'Desserviço', diz presidente do PSDB sobre candidatura própria 

'Desserviço', diz presidente do PSDB sobre candidatura própria 

Ala do partido tucano se movimenta para tentar candidatura própria ao Planalto, mas Bruno Araújo é contra

  • Eleições 2022 | Alan Rios, do R7, em Brasília

Presidente do PSDB, Bruno Araújo

Presidente do PSDB, Bruno Araújo

Reprodução

O presidente do PSDB, Bruno Araújo, chamou de “desserviço à verdade dos fatos” a tentativa de alguns tucanos de construírem uma candidatura própria do partido à Presidência. Uma ala da legenda tenta emplacar novo nome para concorrer ao Planalto após a desistência de João Doria, mas os chefes de PSDB, MDB e Cidadania já chegaram ao acordo por um nome único das três siglas, que tende a ser o de Simone Tebet (MDB-MS).

“O PSDB tem um acordo político em torno de uma candidatura única (PSDB/Cidadania/MDB). Qualquer outra discussão é um desserviço à verdade dos fatos, desrespeito às reiteradas decisões coletivas e, mais grave, ao país”, publicou Araújo.

Ainda segundo ele, “a grandeza da decisão do governador João Doria aumenta a responsabilidade” de todos do partido. Araújo voltou a tocar no tema após o crescimento das discussões internas na legenda sobre um possível apoio ao ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite. O presidente do PSDB já tinha avaliado que "esse assunto é vencido". Na ocasião, ele ressaltou que o "nome de Simone [Tebet] é o nome posto nessa construção", que já é entendida com o MDB.

O R7 mostrou que, apesar da retirada do ex-governador de São Paulo da disputa à Presidência e do apoio ao nome de Tebet, uma ala do PSDB ainda briga por uma candidatura própria da legenda, entendendo que não ter um candidato em busca do Planalto enfraquece o partido.

“Diferentemente do bolsonarismo e do petismo, não temos redes sociais poderosas nem ligações orgânicas com corporações e segmentos sociais. O único contato que o PSDB tem com a sociedade acontece nas eleições”, declarou Marcus Pestana, um dos fundadores da legenda. Na visão dele, “time que não entra em campo, a torcida não desfralda bandeira”.

Últimas