Eleições 2022 Eleições fortalecem fundamentos da democracia brasileira, diz instituto internacional

Eleições fortalecem fundamentos da democracia brasileira, diz instituto internacional

Idea International também destacou a segurança e a agilidade do sistema eletrônico de votação brasileiro

Cabine de votação brasileira

Cabine de votação brasileira

Fernando Frazão/Agência Brasil

O Institute for Democracy and Electoral Assistance (Idea International), convidado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para acompanhar o segundo turno das eleições brasileiras, ressaltou que as eleições fortalecem os fundamentos da democracia brasileira, apesar do momento político complexo. A avaliação foi divulgada nesta segunda-feira (31).

O instituto informou que a votação nas seções eleitorais, no último domingo (30) funcionou “corretamente, de forma ordenada e fluida”. A nota também apontou que a participação dos eleitores foi maior em comparação com o primeiro turno das eleições e elogiou o processo conduzido pelo TSE.

VEJA A COBERTURA COMPLETA DAS ELEIÇÕES 2022 NA PÁGINA ESPECIAL DO R7

O instituto internacional destacou, ainda, a segurança e a agilidade do sistema eletrônico de votação brasileiro. De acordo com eles, o TSE superou "o desafio de lidar com o maior registro eleitoral da América Latina, com mais de 156 milhões de eleitores".


"O TSE conduziu o processo com imparcialidade em relação às diferentes forças políticas; demonstrou solvência técnica e logística, refletida nos diferentes componentes do dia de votação; ampliou o registro biométrico dos eleitores; adotou ações inovadoras contra o fluxo de notícias falsas; ampliou os mecanismos de verificação das urnas eletrônicas em atitude proativa de transparência; incentivou a participação promovendo o transporte gratuito aos eleitores; e ampliou as instalações para observação eleitoral, tanto local quanto internacional."

Segundo o documento, o Idea Internacional espera que a nova gestão dê continuidade à construção de uma democracia forte no país. 

Leia também: Proibição de prisão, exceto em caso de flagrante, termina nesta terça

Fizeram parte da delegação do Idea os ex-presidentes da Bolívia, Carlos Mesa, e da Costa Rica, Carlos Alvarado; a ex-senadora do Uruguai Monica Xavier; o ex-senador do Paraguai Diego Abente; o ex-senador do Chile Sergio Bitar; o diretor do Idea para a América Latina e o Caribe, Daniel Zovatto; o diretor da instituição para o Paraguai, Salvador Romero Ballivián; e Mauricio Barbosa, assistente.

Últimas