Eleições 2022 Leite diz que Doria merece respeito após desistir de candidatura

Leite diz que Doria merece respeito após desistir de candidatura

Ex-governador do Rio Grande do Sul avalia a saída do paulista como gesto pela unificação da terceira via nas eleições deste ano

  • Eleições 2022 | Plínio Aguiar, do R7, em Brasília

Os ex-governadores Eduardo Leite (RS) e João Doria (SP)

Os ex-governadores Eduardo Leite (RS) e João Doria (SP)

Rodger Timm / Governo do RS / 24.10.2019

O ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite (PSDB) afirmou, nesta segunda-feira (23), que a desistência do ex-governador de São Paulo João Doria de sua pré-candidatura ao Palácio do Planalto nas eleições deste ano é um gesto pela unificação da terceira via e que o paulista merece respeito.

"O PSDB teve candidato legítimo oriundo das prévias, que agora faz gesto pela unificação da terceira via sob liderança de outro partido. Gesto importante de João Doria, que merece respeito. As circunstâncias adversas de uma eleição não diminuem a relevância do seu legado para o Brasil", escreveu Leite nas redes sociais.

Após pressão feita por correligionários, João Doria anunciou a desistência de sua pré-candidatura à Presidência da República nas eleições deste ano. O paulista afirmou que se retira do pleito com "o coração ferido, mas com a alma leve".

"Coloquei meu nome à disposição do partido hoje. Entendo, serenamente, que não sou a escolha da cúpula do PSDB. Aceito essa realidade com a cabeça erguida. Sou homem que respeita o bom-senso, diálogo e equilíbrio. Sempre busquei e seguirei buscando o consenso, mesmo que ele seja contrário à minha vontade pessoal", afirmou Doria.

"O PSDB saberá tomar a melhor decisão no seu posicionamento para as eleições deste ano. Eu me retiro da disputa com o coração ferido, mas com a alma leve. Com a sensação inequívoca do dever cumprido e missão bem realizada. Com boa gestão e sem corrupção", completou.

Depois da desistência de Doria, a cúpula do PSDB quer confirmar apoio à candidatura da senadora Simone Tebet (MDB-MS) nos próximos dias. O partido deve se reunir nesta terça-feira (24), em encontro que havia sido marcado na semana passada. A discussão deve girar em torno da consolidação da emedebista como o nome da terceira via e também do nome que os tucanos devem indicar como vice da pré-candidata à Presidência da República.

Mesmo com o cenário à vista, a saída de Doria do jogo estimulou um grupo do PSDB que queria a candidatura de Eduardo Leite à Presidência. Ele foi derrotado por Doria nas prévias, realizadas no ano passado, mas era visto como um nome mais viável do que o ex-governador paulsita. Parlamentares ligados a Leite se reúnem para discutir esse assunto ainda nesta segunda.

Últimas