Eleições 2022 Moraes intima diretor da PRF a explicar descumprimento de decisão do TSE

Moraes intima diretor da PRF a explicar descumprimento de decisão do TSE

TSE determinou a interrupção de ações da polícia mirando transporte de eleitores, mas recebeu relatos de operações

  • Eleições 2022 | Bruna Lima, do R7, em Brasília

Ministro Alexandre de Moraes, presidente do TSE

Ministro Alexandre de Moraes, presidente do TSE

GESIVAL NOGUEIRA/ATO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 2.10.2022

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, cobrou respostas do diretor da Polícia Rodoviária Federal (PRF) Silvinei Vasques sobre a realização de operações da corporação relacionadas ao transporte público de eleitores. As ações estão proibidas até o fim da votação no segundo turno.

VEJA A COBERTURA COMPLETA DAS ELEIÇÕES 2022 NA PÁGINA ESPECIAL DO R7

Em novo despacho, Moraes solicita à PRF que informe “imediatamente” as razões pelas quais são realizadas operações proibidas pelo TSE, em decisão divulgada no sábado (29). O magistrado indica um vídeo divulgado nas redes sociais de uma operação do tipo para exemplificar o descumprimento da ordem.

Fontes do TSE afirmam que o diretor da PRF está na sede do TSE para prestar os esclarecimentos, mas, oficialmente, não há confirmação. Pela decisão, os diretores-gerais tanto da PRF como da Polícia Federal (PF) podem ser enquadrados em crime eleitoral em caso de descumprimento.

Últimas