Eleições 2022 Poit quer fim de 'saidinha' de presos e barrar celulares em presídios

Poit quer fim de 'saidinha' de presos e barrar celulares em presídios

Candidato do Novo ao Governo de SP promete trabalhar por maior integração entre as polícias e melhora na segurança pública

  • Eleições 2022 | Augusto Fernandes, do R7, em Brasília

Vinicius Poit, pré-candidato ao Governo de SP, quer integrar polícias para combater criminalidade

Vinicius Poit, pré-candidato ao Governo de SP, quer integrar polícias para combater criminalidade

Edu Garcia/R7

O candidato do Novo ao Governo de São Paulo, Vinicius Poit, disse nesta terça-feira (2), em entrevista à Record TV, que vai acabar com a saída temporária de presos caso seja eleito para o Palácio dos Bandeirantes. Poit foi o segundo entrevistado na série de sabatinas que a emissora realiza até sexta-feira (5) com os nomes lançados ao Governo de São Paulo.

Segundo Poit, melhorar a segurança pública no estado será uma das suas prioridades. Por isso, ele afirma que quer dar fim a alguns benefícios da população carcerária.

“Não dá para a gente continuar com um governo que deixa preso falar em celular no presídio e a gente não poder andar com celular na rua. A gente vai resolver isso. Falar pelo celular é fora do presídio. Presídio não vai ter comunicação. Vamos acabar com saidinha de preso. Tem gente que comete crime contra a família. Como vai ressocializar com a família o preso que comete crime com familiar?”, ponderou.

O pré-candidato ainda afirmou que pretende trabalhar pela integração das forças de segurança, sobretudo das polícias. “Na segurança pública, a gente precisa de mais integração. Não dá para as polícias terem esforços desconcentrados, separados. Precisamos da Polícia Militar com boletim de ocorrência unificado, que funcione, da Polícia Civil focando na investigação para resolver crimes.”

Veja no vídeo abaixo outros projetos apresentados pelo político durante a entrevista.

Últimas