Eleições 2022 TCU diz que avaliou 560 boletins de urnas e não encontrou falhas

TCU diz que avaliou 560 boletins de urnas e não encontrou falhas

Primeira etapa da auditoria foi encerrada na segunda-feira (3), um dia após a votação

  • Eleições 2022 | Renato Souza, do R7, em Brasília

Urnas eletrônicas usadas em todo o país nas eleições do primeiro turno

Urnas eletrônicas usadas em todo o país nas eleições do primeiro turno

Flipar - Arquivo

O Tribunal de Contas da União (TCU) informou que uma auditoria realizada no primeiro turno das eleições deste ano não encontrou falhas nas urnas eletrônicas. A instituição avaliou 560 boletins de urna e conferiu os votos dos eleitores para presidente, governador e senador. Todos os dados bateram com os divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A primeira análise foi encerrada na segunda-feira (3), um dia após a votação. Os boletins de urnas são documentos com dados da votação naquela urna. As informações são enviadas aos tribunais regionais eleitorais (TREs) nos estados e no Distrito Federal e repassados ao TSE por meio de uma rede restrita.

Neste ano, além da tradicional auditoria nas semanas seguintes da eleição, o TCU optou por fazer uma checagem em tempo real. Uma auditoria maior, que avalia 4.161 boletins de urnas, deve ser concluída até novembro.

A demora na segunda avaliação ocorre por conta do recebimento dos boletins impressos por correio. Na etapa anterior, o TCU recebeu fotos tiradas dos boletins pelos auditores nos estados. 

Últimas