Estados Unidos

Internacional Apoio a Trump cai para 39% em junho, segundo pesquisa

Apoio a Trump cai para 39% em junho, segundo pesquisa

Aprovação do presidente dos EUA cai 10 pontos percentuais na comparação com maio, após protestos contra o racismo e a violência policial

  • Internacional | Da EFE

Aprovação a Trump teve queda em pesquisa

Aprovação a Trump teve queda em pesquisa

Doug Mills / Pool via EFE - EPA - 10.6.2020

O índice de aprovação do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi de 39% em junho, 10 pontos abaixo da marca estabelecida em maio (49%), de acordo com uma pesquisa mensal do instituto Gallup divulgada nesta quarta-feira (10).

Leia também: Trump diz que irá retomar comícios de campanha em breve

O percentual é o mesmo registrado em outubro do ano passado, logo após a Câmara dos Deputados ter iniciado uma investigação para submeter Trump a um julgamento político por sua suposta pressão sobre o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy, para que investigasse negócios do ex-vice-presidente americano e candidato à presidência nas eleições de novembro, Joe Biden, e de seu filho Hunter no setor de gás no país, em busca de irregularidades.

O trabalho do presidente na Casa Branca perdeu apoio entre todas as ideologias políticas, segundo a pesquisa, caindo em 9 pontos entre republicanos — para 85% — e independentes — entre os quais o apoio caiu para 39% — e em 5 pontos entre democratas, dos quais apenas 5% disseram que aprovam a gestão de Trump.

O número mais gritante, porém, é o nível de aprovação dado pelos americanos à gestão econômica do presidente, que atingiu apenas 47% — seu segundo pior registro — e, portanto, ficou abaixo dos 50% pela primeira vez em mais de dois anos.

Resposta aos protestos

A pesquisa foi realizada entre 28 de maio e 4 de junho durante o auge dos protestos contra a violência policial para com negros nos EUA após a morte de George Floyd na cidade de Minneapolis. Trump deu uma resposta dura sobre esse escândalo, e ela foi condenada por muitas personalidades e políticos, incluindo alguns do seu próprio partido.

Além disso, a crescente taxa de desemprego — a pesquisa foi realizada antes que os últimos dados oficiais, que indicam uma leve recuperação, fossem conhecidos — e a retração da economia devido à pandemia do coronavírus tiveram peso no resultado da avaliação.

Em relação à gestão da crise da Covid-19, apenas 42% dos entrevistados acreditam que o presidente tenha feito um bom trabalho, longe dos 60% que registrados em março, quando os casos começaram a crescer nos EUA.

Últimas