Internacional Após renúncia, festa de casamento de Boris Johnson muda de local

Após renúncia, festa de casamento de Boris Johnson muda de local

Premiê realizaria celebração em casa de campo do século 16 destinada ao primeiro-ministro que comanda o país

AFP

Resumindo a Notícia

  • Informação da mudança do local do casamento foi divulgada por fontes do governo britânico
  • Boris e Carrie Johnson planejavam realizar a festa de casamento em Chequers
  • Com arquitetura do século 16, local é usado como casa de campo pelos premiês britânicos
  • População protestou pela mudança de local do casamento desde que Johnson renunciou
Boris e Carrie Johnson se casaram durante a pandemia e realizariam festa neste mês

Boris e Carrie Johnson se casaram durante a pandemia e realizariam festa neste mês

Rebecca Fulton/Pool via Reuters - Arquivo

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e sua esposa, Carrie, não têm mais a intenção de celebrar uma grande festa de casamento na casa de campo dos primeiros-ministros britânicos, no final do mês, informaram fontes de Downing Street, nesta sexta-feira (8).

O anúncio de Johnson de que planejava dar uma festa em Chequers, uma bela mansão do século 16 com piscina coberta no noroeste de Londres, foi alvo de muitas críticas depois que o premiê anunciou sua saída do poder na quinta-feira (7).

A renúncia de Johnson se deu após o pedido de demissão e a retirada de apoio de cerca de 60 membros de seu gabinete ministerial.

Johnson disse que permanecerá em Downing Street até que seu sucessor seja escolhido, um processo que levaria várias semanas. Alguns acusaram-no de querer fazer isso apenas para salvar sua festa de casamento, cujos convites já foram enviados.

"Aguarda uma última festa", disse nesta sexta-feira o tabloide Daily Mirror, com uma foto do casal durante o casamento em maio de 2021. De acordo com as fontes de Downing Street citadas pelo jornal, os Johnsons estariam procurando um novo lugar para a festa.

O premiê de 58 anos e Carrie Johnson, de 34 anos, casaram-se no ano passado em Westminster , em uma cerimônia para poucos convidados. À época, as restrições contra a Covid-19 limitavam as reuniões para 30 pessoas.

"Todos nós gostaríamos de ter um ótimo casamento às custas dos contribuintes em Chequers, mas ele não terá, porque os britânicos vão odiar", disse o prefeito de Londres, o trabalhista Sadiq Khan, à rádio LBC, na quinta-feira (7).

O casal tem dois filhos, Wilfred, de 2 anos, e Romy, de 7 meses. Boris Johnson, para quem este foi seu terceiro casamento, tem ao menos outros cinco filhos.

Últimas