Internacional Chile: presidente suspende aumento da passagem do metrô

Chile: presidente suspende aumento da passagem do metrô

Em meio a graves distúrbios no país, Sebastián Piñera anunciou o cancelamento do reajuste até chegar a um acordo com os cidadãos 

Instalações do metrô de Santigo, capital do Chile, incendiadas durante protestos

Instalações do metrô de Santigo, capital do Chile, incendiadas durante protestos

REUTERS/Ramon Monroy

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, anunciou neste sábado (19), em meio a graves distúrbios no país, a suspensão do aumento das passagens do metrô em Santiago, até chegar a um acordo que proteja os cidadãos do impacto das subidas drásticas do dólar na fixação das tarifas.

Leia mais: Metrô suspende serviços e presidente do Chile decreta emergência

O aumento da passagem gerou uma onda de protestos e distúrbios, obrigando o Governo a decretar estado de emergência na capital chilena e colocando militares do Exército nas ruas para tentar manter a ordem pública.

Leia também: Estudantes e policiais se confrontam em protestos no metrô do Chile