Internacional Coreia do Norte anuncia teste para desenvolvimento de satélite de espionagem

Coreia do Norte anuncia teste para desenvolvimento de satélite de espionagem

Analistas afirmaram que tecnologia permitirá ao governo ocultar testes dos proibidos mísseis balísticos intercontinentais 

AFP
Resumindo a Notícia
  • Imprensa estatal disse que veículo que transporta o satélite de teste alcançou 500 km de altura

  • Veículo tem câmeras, transmissores e receptores de imagem, dispositivos de controle e baterias

  • Satélite de reconhecimento militar foi um dos principais projetos apresentados por Kim Jong Un

  • Ele expressou a intenção de que o país tenha o arsenal nuclear mais poderosos do mundo

Fotografias que parecem ter sido tiradas de mísseis e mostram a Coreia do Sul

Fotografias que parecem ter sido tiradas de mísseis e mostram a Coreia do Sul

KCNA via Reuters - 19.12.2022

A Coreia do Norte anunciou nesta segunda-feira (19) um "importante teste de fase final" para o desenvolvimento de um satélite de espionagem que deve ser concluído em abril do próximo ano.

Analistas afirmaram que o desenvolvimento deste tipo de satélite permitirá ao governo da Coreia do Norte ocultar testes dos proibidos mísseis balísticos intercontinentais (ICBM), uma vez que compartilham grande parte da mesma tecnologia.

O anúncio do teste aconteceu um dia depois da informação, divulgada pelas Forças Armadas da Coreia do Sul, sobre os lançamentos de dois mísseis balísticos de alcance intermediário pelo Norte.

Os lançamentos foram "um importante teste de fase final para o desenvolvimento de (um) satélite de reconhecimento", disse um porta-voz da Agência Nacional de Desenvolvimento Aeroespacial (NADA), citada pela agência estatal de notícias KCNA.

Os testes de domingo confirmaram "índices técnicos importantes", incluindo a operação de uma câmera no espaço e a capacidade de processamento e transmissão de dados dos aparelhos de comunicação.

A imprensa estatal também destacou que o veículo que transportava o satélite de teste - que incluía câmeras, transmissores e receptores de imagem, dispositivos de controle e baterias - atingiu uma altura de 500 quilômetros ao ser lançado em um ângulo elevado.

O Rodong Sinmun, jornal oficial do governante Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte, publicou duas fotos em preto e branco que parecem mostrar o território da Coreia do Sul observado do espaço.

O desenvolvimento de um satélite de reconhecimento militar foi um dos principais projetos apresentados no ano passado pelo líder norte-coreano Kim Jong Un.

Pyongyang realizou dois lançamentos no início deste ano, que apresentou como testes de componentes para um satélite de reconhecimento, que segundo Estados Unidos e Coreia do Sul poderiam ser elementos de um novo ICBM.

O Norte testou na quinta-feira um "motor combustível sólido de alta propulsão", que segundo analistas permitirá lançamentos mais rápidos de mísseis balísticos.

Todos os ICBMs conhecidos de Pyongyang até agora utilizam combustível líquido. Kim Jong Un declarou no ano passado que desejava ter um ICBM de combustível sólido para ser lançado de terra ou a partir de um submarino.

Kim expressou a intenção de que a Coreia do Norte tenha a força e o arsenal nuclear mais poderosos do mundo.

Washington e Seul alertam que Pyongyang está preparando o sétimo teste nuclear de sua história.

Conheça míssil da Coreia do Norte que pode atingir os Estados Unidos

Últimas