Internacional Crimeia sofre ciberataque 'sem precedentes', afirma Rússia

Crimeia sofre ciberataque 'sem precedentes', afirma Rússia

Invasão ocorreu horas após um bombardeio russo atingir o quartel-general da frota russa no Mar Negro

  • Internacional | Do R7

Crimeia sofre ciberataque 'sem precedentes'

Crimeia sofre ciberataque 'sem precedentes'

Pixabay

A Crimeia foi atingida por um ciberataque "sem precedentes" contra seus provedores de internet, informou nesta sexta-feira (22) um funcionário do governo local russo, horas após um bombardeio ucraniano atingir o quartel-general da frota russa no Mar Negro, nesta península ucraniana anexada por Moscou.

"Ciberataque sem precedentes contra os provedores de internet da Crimeia. Estamos corrigindo os cortes de internet na península", informou no Telegram Oleg Kriuchkov, conselheiro da autoridade designada por Moscou neste território, sem especificar se o ataque está relacionado com os bombardeios.

A guerra cibernética tem sido uma parte crítica da guerra da Rússia contra a Ucrânia, mesmo antes da invasão em grande escala, bem como de outros actos de agressão russos contra a Estónia e outros países vizinhos.

A Ucrânia investiu fortemente nas suas capacidades de defesa cibernética, mas também aumentou as suas próprias tácticas cibernéticas ofensivas após o início da invasão em grande escala.

Últimas