Denunciante de príncipe Andrew dá primeira entrevista sobre caso

Virginia Giuffre alega ter tido relações sexuais com herdeiro da rainha enquanto era menor de idade. Príncipe nega acusações e diz não a conhecer 

Andrew é acusado de ter relações com menor de idade

Andrew é acusado de ter relações com menor de idade

DANIEL DAL ZENNARO/EPA/EFE - 23.11.2004

Virginia Giuffre, a americana que alega ter tido relações sexuais com o príncipe Andrew forçadamente, deu uma entrevista à BBC no Reino Unido para contar a sua versão da história.

A americana tinha 17 anos quando conheceu o príncipe na casa de Jeffrey Epstein, que foi acusado de tráfico sexual de menores.

O príncipe já deu entrevistas sobre o assunto, em que nega categoricamente ter conhecido Giuffre, e sobre sua amizade com Epstein. A entrevista foi desastrosa para a reputação de Andrew, que teve que se afastar dos compromissos reais.

Virginia, que na época levava o sobrenome Roberts, alega ter sido forçada a ter relações sexuais com o príncipe três vezes entre 2001, quando ela tinha 17 anos, e em 2002. Ela disse que os encontros aconteceram em Londres, Nova York e na casa de Epstein nas Ilhas Virgens Americanas.

Na entrevista, que será veiculada na segunda-feira (2) à noite, Virigina diz que aquele “foi um momento muito assustador na minha vida”.

“Ele sabe o que aconteceu, eu sei o que aconteceu. E só um de nós está falando a verdade”, desabafa.

Andrew nega as acusações

O terceiro filho da rainha Elizabeth nega as acusações de Virginia e o palácio de Buckingham diz que as alegações são “falsas e sem nenhum fundamento”. Fotos dos dois no dos anos 2000 já foram divulgadas pela mídia.

Em entrevista à BBC, Andrew afirmou que não se lembra de conhecer a mulher e diz que, na noite em que ela alega que eles se encontraram, ele tinha ido a uma balada e voltado para casa em seguida.