Rússia x Ucrânia

Internacional Drones bombardeiam a Crimeia, segundo autoridades instaladas pela Rússia

Drones bombardeiam a Crimeia, segundo autoridades instaladas pela Rússia

De acordo com o governador regional Mikhail Razvozhayev, nenhuma infraestrutura civil foi danificada

AFP
Península da Crimeia sofreu bombardeio com drones

Península da Crimeia sofreu bombardeio com drones

Anatolii Stepanov/AFP - 21.11.2022

A península ucraniana da Crimeia, sob controle russo desde 2014, foi alvo nesta terça-feira (22) de um bombardeio com drones, e as forças russas foram postas em "estado de alerta", informaram as autoridades instaladas por Moscou.

"Um ataque com drones está ocorrendo", informou o governador regional instalado pela Rússia, Mikhail Razvozhayev, no Telegram.

"Nossas forças de defesa aérea estão atuando agora", acrescentou.

De acordo com Razvozhayev, dois drones foram abatidos e nenhuma infraestrutura civil foi danificada.

O governador pediu aos moradores que "mantenham a calma".

Nos últimos meses, houve vários ataques contra instalações militares e civis na Crimeia, que serve de quartel-general da frota russa.

No fim de outubro, as autoridades anunciaram que a frota russa na baía de Sebastopol, no mar Negro, havia sido alvo do “maior ataque de drones em massa” da história do conflito.

Em retaliação, Moscou retirou-se temporariamente do acordo de exportação de grãos ucranianos, essencial para a segurança alimentar mundial.

As autoridades impostas por Moscou na região garantiram na semana passada que a Rússia estava "fortificando" a península após a retirada de seus soldados da vizinha região ucraniana de Kherson.

A Rússia considera a Crimeia como parte do próprio território, reivindicação que não é reconhecida pela comunidade internacional. A Ucrânia afirma que quer recuperar a península.

Últimas