Rússia x Ucrânia

Internacional Em nova rodada de negociações, Ucrânia propõe neutralidade em troca de garantias de segurança

Em nova rodada de negociações, Ucrânia propõe neutralidade em troca de garantias de segurança

Negociador ucraniano afirma que existe a possibilidade de um encontro entre Volodmir Zelenski e Vladimir Putin

  • Internacional | Do R7, com EFE, AFP e Reuters

Autoridades da Rússia e da Ucrânia realizaram mais uma tentativa de negociação de paz

Autoridades da Rússia e da Ucrânia realizaram mais uma tentativa de negociação de paz

Murat Cetinmuhurdar/Presidência/Divulgação via REUTERS

Delegações da Rússia e da Ucrânia se reuniram em Istambul, na Turquia, para mais uma rodada de negociações de paz nesta terça-feira (29). Apesar de um acordo de cessar-fogo não ter sido acertado, aumentou-se a possibilidade de um encontro entre o presidente ucraniano Volodmir Zelenski e o presidente russo Vladimir Putin.

"Os resultados de hoje são suficientes para uma reunião em nível de chefes de Estado", disse o negociador ucraniano David Arakhamia. Desde que a ofensiva russa começou, em 24 de fevereiro, Moscou sempre rejeitou essa proposta.

A Ucrânia propôs adotar posição de neutralidade em troca de garantias de segurança, o que significa que não se juntará a alianças militares nem hospedará bases militares.

A proposta inclui um período de consulta de 15 anos sobre o status da Crimeia, que foi anexada pela Rússia, em 2014, e só poderia entrar em vigor no caso de um cessar-fogo completo.

A Ucrânia quer também um acordo tendo vários países como fiadores: "Insistimos em um acordo internacional que seja assinado por todos os fiadores de segurança", disse o negociador do país.

O presidente turco Tayyip Erdogan recebeu as delegações de ambos os lados dizendo que cabe a eles "parar esta tragédia". A televisão ucraniana informou que as negociações começaram com "uma recepção fria" e nenhum aperto de mãos.

A Ucrânia e os Estados Unidos têm pouca esperança de um avanço imediato. Mas a retomada das conversas presenciais é um primeiro passo importante para o cessar-fogo. Atualmente, a invasão russa está paralisada na maioria das frentes.

Até agora, as partes se reuniram de forma presencial em três ocasiões – 28 de fevereiro, 3 de março e 7 de março –, em Belarus. No último dia 10, em Antalya, também na Turquia, houve encontro entre os ministros das Relações Exteriores russo e ucraniano.

Últimas