Internacional EUA confirmam mortes durante caos no aeroporto de Cabul

EUA confirmam mortes durante caos no aeroporto de Cabul

Porta-voz do Pentágono diz que Força Aérea vai investigar óbitos que aconteceram durante a decolagem de um avião de carga

Agência EFE

O governo dos Estados Unidos admitiu nesta quarta-feira (18) que "várias pessoas morreram" quando diversos afegãos tentaram embarcar em um avião americano durante o caos no aeroporto de Cabul no domingo e na segunda-feira.

Leia também: Conheça o Talibã, grupo radical que está no controle do Afeganistão

O porta-voz do Pentágono, John Kirby, reconheceu que, de acordo com provas visuais e uma declaração emitida na terça-feira pela Força Aérea dos EUA, houve pelo menos várias mortes nesses incidentes.

Kirby se referiu a vídeos compartilhados na internet e transmitidos pela televisão em todo o mundo que mostravam centenas de civis tentando subir em aviões dos EUA no aeroporto. Uma dessas gravações mostrava uma aeronave que já estava no ar, e da qual uma pessoa aparentemente estava caindo.

Pelo menos duas pessoas caíram de um avião norte-americano que decolava de Cabul

Pelo menos duas pessoas caíram de um avião norte-americano que decolava de Cabul

Reprodução / Twitter

O porta-voz se recusou a antecipar a conclusão da investigação da Força Aérea e a divulgar um número de mortos.

"Vou simplesmente transmitir de novo as nossas mais profundas condolências aos entes queridos e às famílias dos que foram mortos", disse Kirby.

Tragédia na decolagem

A Força Aérea dos EUA iniciou na terça-feira as investigações sobre as mortes de civis ligadas a um avião C-17 dos EUA que partiu do aeroporto de Cabul.

O avião aterrissou na única pista disponível no aeroporto da capital para entregar equipamento e apoiar as evacuações em andamento.

Antes de a tripulação poder desembarcar, "o avião foi cercado por centenas de civis afegãos que tinham violado o perímetro do aeroporto", disseram as autoridades em comunicado.

Como a situação da segurança piorava, a tripulação decidiu abandonar o aeroporto o mais rapidamente possível, aparentemente sem evacuar ninguém.

Segundo o jornal The Washington Post, foram encontrados restos humanos no trem de pouso da aeronave após a chegada do avião à base aérea de Al Udeid, no Catar.

Após os talibãs terem tomado o controle de Cabul no domingo, milhares de afegãos foram ao aeroporto da capital para tentar fugir do país, uma vez que todos os voos comerciais foram cancelados.

Diversos afegãos conseguiram entrar nas pistas e alguns deles gravaram vídeos de dezenas de pessoas que tentavam embarcar no avião americano enquanto decolava.

Últimas