Internacional Grécia: incêndio que deixou 83 mortos pode ter origem criminosa

Grécia: incêndio que deixou 83 mortos pode ter origem criminosa

Governo grego diz que há indicações de origem criminosa no imenso incêndio florestal do início da semana, que 83 mortos e centenas de feridos

incêndio grécia

Matis ficou destruída após incêndio de segunda-feira

Matis ficou destruída após incêndio de segunda-feira

Antonis Nicolopoulos / Eurokinissi via Reuters / 26.7.2018

O governo da Grécia informou nesta quinta-feira (26) que suspeita de ação criminosa por trás do incêndio florestal que matou ao menos 83 pessoas e transformou a pequena cidade de Mati, a leste de Atenas, em uma terra de morte e destruição.

Em uma das piores tragédias história recente do país, o incêndio ocorrido na noite de segunda-feira prendeu dezenas de pessoas em seus carros tentando fugir de uma parede de chamas.

"Nós temos sérias indicações e sinais significativos sugerindo ações criminosas de fogo posto", disse o ministro da Proteção Civil, Niko Toskas, em uma coletiva de imprensa. Ele afirmou que a polícia tem depoimentos nesse sentido, mas não deu mais detalhes.

A Reuters reportou na quarta-feira que a polícia estava investigando como incêndio começou em três locais diferentes simultaneamente, em um dia em que um segundo grande incêndio estava acontecendo a oeste da capital grega.

Acompanhe o noticiário internacional no R7

O número de mortos no pior incêndio na Grécia em décadas deve subir ainda mais, à medida que cerca de 300 bombeiros e voluntários vasculham a área atingida em busca de dezenas de pessoas ainda desaparecidas.

Em um país assombrado pela escala da destruição, parentes desesperados apareceram na televisão para pedir informações sobre desaparecidos, enquanto surgiam dúvidas sobre como pessoas ficaram presas e por que não houve emissão de ordem de saída.

"Isso não deveria ter acontecido, pessoas morreram sem razão", disse uma mulher, chorando, ao ministro da Defesa, Panos Kammenos, enquanto ele visitava a cidade e áreas próximas. "Vocês nos deixaram à mercê de Deus!".

Uma mulher ainda estava procurando por sua irmã. "Nada aconteceu ao seu carro, a casa não ficou queimada, então onde está ela?, disse Maria Sarieva. "Eu acredito que ela está viva. Onde estão eles? Eles foram a algum lugar. Onde podem estar?"