Internacional Haiti: ONU destina R$ 42 milhões para ajudar afetados por terremoto

Haiti: ONU destina R$ 42 milhões para ajudar afetados por terremoto

Destruição de casas, escolas e hospitais aumenta a necessidade de ajuda humanitária no país caribenho após o forte tremor

Agência EFE
Mais de 1.400 pessoas morreram após terremoto de magnitude 7.2

Mais de 1.400 pessoas morreram após terremoto de magnitude 7.2

EFE/ Orlando Barría

As Nações Unidas destinaram US$ 8 milhões (cerca de R$ 42 milhões) em ajuda humanitária de emergência às pessoas afetadas pelo terremoto que deixou pelo menos 1.419 mortos e milhares de desalojados no Haiti, disse nesta terça-feira (17) seu secretário-geral, António Guterres.

Em um comunicado, Guterres afirmou que o terremoto destruiu ou danificou milhares de casas, assim como hospitais, escolas, igrejas, pontes e estradas, e ressaltou que "as necessidades humanitárias continuam aumentando no Haiti".

Leia mais: EUA enviam equipe de busca e resgate urbano para o Haiti

"A equipe da ONU no terreno está trabalhando com o governo para ajudar a garantir que a ajuda humanitária e o pessoal possam chegar às pessoas necessitadas", disse o secretário-geral da ONU, observando que equipes de avaliação e coordenação de desastres estão a caminho do país.

O diplomata português especificou que os US$ 8 milhões foram dedicados ao fornecimento de cuidados essenciais de saúde, água potável, abrigos de emergência e saneamento.

Leia mais: Haiti: terremoto deixa hospitais lotados de pessoas feridas

Segundo Guterres, as últimas localidades a receber ajuda foram Les Cayes, Jérémie e Nippes, no sudoeste do Haiti.

"Continuaremos a aumentar nossa resposta às áreas mais afetadas, mesmo quando a tempestade tropical Grace se aproxima do Haiti com a ameaça de fortes chuvas e enchentes", disse o chefe da ONU, pedindo a todos os países que apoiem o Haiti para evitar "uma catástrofe humanitária". Por fim, Guterres prometeu continuar apoiando os haitianos para saírem da crise.

"Tenho uma mensagem para o povo do Haiti: eles não estão sozinhos. Estaremos ao lado deles e os apoiaremos em cada passo para sair desta crise", afirmou.

No último sábado, um terremoto de magnitude 7,2 na escala Richter abalou o Haiti e deixou 1.419 mortos e 6,9 mil feridos, segundo o relatório mais recente das autoridades do país.

Últimas