Internacional Líbano prende 16 em investigação sobre explosão em Beirute

Líbano prende 16 em investigação sobre explosão em Beirute

Segundo agência de notícias estatal, foram presos membros da autoridade portuária, da alfândega e responsáveis pela manutenção no armazém

Reuters
Soldado caminha sobre destroços do galpão que explodiu no porto de Beirute

Soldado caminha sobre destroços do galpão que explodiu no porto de Beirute

Thibault Camus / Pool via Reuters - 6.8.2020

As autoridades libanesas prenderam 16 indivíduos em uma investigação sobre a megaexplosão na zona portuária de Beirute, que abalou a capital na última terça, informou a agência de notícias estatal NNA nesta quinta-feira (6).

Leia também: Explosão em Beirute acrescenta mais drama a um Líbano em crise

Segundo a agência, o juiz Fadi Akiki, representante do governo na corte militar, afirmou que até o momento as autoridades questionaram mais de 18 autoridades portuárias e aduaneiras e indivíduos responsáveis ​​ou envolvidos em trabalhos de manutenção no armazém, que abrigava material altamente inflamável que explodiu.

"Dezesseis pessoas foram presas como parte da investigação", afirmou Akiki, segundo a NNA, sem identificar os indivíduos. Ele disse que a investigação continua.

Últimas