Internacional Prima de rei Charles 3º diz que Meghan Markle é vítima de 'trote infernal' da realeza britânica

Prima de rei Charles 3º diz que Meghan Markle é vítima de 'trote infernal' da realeza britânica

Christina Oxenberg, descendente da realeza sérvia, afirmou em entrevista ao The Post que o caso de Meghan foi 'particularmente brutal'

  • Internacional | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Christina Oxenberg é prima de terceiro grau do rei Charles 3º
  • Ela disse que a família real tem longo histórico de trotes com membros recém-chegados
  • Kate Middleton, esposa do príncipe William, também sofreu os trotes da realeza
  • Oxenberg ainda citou outros casos cruéis envolvendo a família real britânica
Prima do rei Charles 3º diz que Meghan Markle sofre 'trote infernal' da família real

Prima do rei Charles 3º diz que Meghan Markle sofre 'trote infernal' da família real

Daniel Leal-Olivas/Pool via REUTERS - 7.1.2020

Christina Oxenberg, prima de terceiro grau do rei Charles 3º e descendente da realeza sérvia, disse que Meghan Markle, esposa do príncipe Harry, sofre uma espécie de "trote infernal" da realeza britânica. A declaração foi dada em entrevista ao The Post publicada na última quarta-feira (21).

Segundo Oxenberg, filha da princesa Elizabeth da Iugoslávia, que diz ter sido próxima do atual monarca, a família real tem um longo histórico de trotes com membros recém-chegados e isso inclui particularmente as mulheres. "Só os que são duros como pregos tendem a sobreviver."

Ela disse que com Meghan o trote foi "particularmente brutal". "Eles são duros com os estrangeiros. Não é por causa da cor da pele, é por ser estrangeira.”

Durante a entrevista, Cristina Oxenberg ainda revelou que Kate Middleton, esposa do príncipe William e nova princesa de Gales, também sofreu os trotes da realeza.

Ela contou que quando Kate e William ainda namoravam, Camilla, atual rainha consorte, disse achar engraçado como a imprensa rotulava Kate como "Kate classe média" e que também chegou a fazer comentários maldosos sobre os pais da princesa.

A prima do rei Charles 3º citou outros casos cruéis que envolveram a realeza. De acordo com ela, a rainha Elizabeth 2ª interveio no namoro do príncipe Andrew, um de seus filhos, com a atriz americana Koo Stark, no início dos anos 1980, quando a imprensa fez publicações sobre aparições de Stark em filmes pornográficos.

“Ambos estavam realmente apaixonados. (...) Eles eram almas gêmeas, e ele foi impedido de se casar com sua alma gêmea. Se ele tivesse se casado com ela, as coisas seriam diferentes hoje", acrescentou. 

O príncipe Andrew foi acusado de abusar sexualmente da Virginia Giuffre quando ela tinha 17 anos. Para dar fim às acusações, ele fez um acordo em que pagou 12 milhões de dólares a ela e acabou perdendo títulos militares e honorários devido ao escândalo. 

Oxenberg ainda disse que entre as mulheres que sofreram na mão da realeza estava a princesa Michael de Kent, nascida Marie Christine von Reibnitz, que se casou com um primo de primeiro grau da rainha Elizabeth 2ª.

Tiaras, broches e coroa: veja 7 joias deixadas pela rainha Elizabeth 2ª

Últimas