Internacional Príncipe Charles pode assumir trono do Reino Unido em um ano e meio

Príncipe Charles pode assumir trono do Reino Unido em um ano e meio

Segundo tabloides locais, Charles teve papel decisivo no afastamento do irmão, príncipe Andrew, dos compromissos reais depois de escândalo 

Príncipe Charles pode assumir trono em 18 meses

Príncipe Charles pode assumir trono em 18 meses

Mark Tantrum/New Zealand Department of Internal Affairs/Handout via REUTERS - 22.11.2019

O príncipe Charles pode assumir o trono do Reino Unido em um ano e meio, segundo tabloides especializados em fofocas reais.

O plano estaria sendo discutido com o príncipe Philip, pai de Charles, enquanto os dois estão reunidos na casa da família, em Norfolk.

Em 18 meses, a rainha Elizabeth II completa 95 anos, idade com a qual Philip se aposentou da vida pública e dos compromissos reais, e existe a possibilidade de que a data também marque a nova fase da monarquia britânica.

Segundo o tabloide The Sun, Charles teve um papel importante no afastamento público de príncipe Andrew, segundo filho da rainha, que era amigo próximo do magnata Jeffrey Epstein, acusado de tráfico sexual de menores de idade.

Depois de uma entrevista desastrosa e de atrair atenção negativa para a família, Andrew está dando um tempo nas atividades reais por “um futuro próximo”.

Segundo fontes do tabloide, foi Charles quem coordenou a decisão.

“Charles reconheceu [a situação] e agiu de forma decisiva, como o rei que ele pode ser logo. Esse foi o momento em que Charles se tornou Príncipe Regente”, diz a fonte.

A rainha já diminui consideravelmente a quantidade de compromissos reais que participa. Em 2016, ela apareceu publicamente 332 vezes, e em 2018, apenas 283 vezes. Em compensação, Charles participou de 507 compromissos reais.

O Daily Mail diz que o príncipe se encontrou com o pai na casa da família em Norfolk, o local de descanso de Philip, depois de voltar de uma turnê oficial pela Nova Zelândia.

Mantendo distância do irmão

O tabloide também aponta que Charles estava na Nova Zelândia quando Andrew deu a entrevista à BBC. Segundo fontes, ele exigiu que o irmão desse um tempo com os compromissos reais e aparições por um tempo.

As fontes também dizem que ele está mantendo distância do irmão e que não tem planos de falar com ele por enquanto.