Internacional Tiroteio em estúdio de ioga deixa 2 mortos e 4 feridos na Flórida

Tiroteio em estúdio de ioga deixa 2 mortos e 4 feridos na Flórida

Homem cometeu suicídio após atirar contra pessoas que faziam a aula. Segundo a polícia, o atirador, que não teve a identidade revelada, agiu sozinho

Polícia atende vítimas de tiroteio em aula de ioga, na Flórida

Polícia atende vítimas de tiroteio em aula de ioga, na Flórida

Erin Vansickle / Reuters / 02.11.2018

Um homem abriu fogo contra seis pessoas em um estúdio de ioga, na sexta-feira (2), na Flórida, nos Estados Unidos. Segundo policiais e autoridades locais, duas pessoas morreram e quatro ficaram feridas, em estado grave. Uma das vítimas é o autor dos disparos, que teria se matado após cometer o ataque. 

EUA: tiroteio em prédio comercial deixa quatro feridos

De acordo com o chefe de polícia Michael DeLeo, a corporação recebeu uma ligação às 17h37 (18h37 em Brasília) de algumas pessoas que estavam no estúdio Hot Yoga, em um shopping center de luxo na capital da Flórida, Tallahassee. 

EUA tem 4 tiroteios em massa em menos de 24h; 2 miravam colegas de trabalho

Segundo o jornal "Tallahassee Democrat", o atirador matou um homem na aula de ioga que teria reagido após ele ter aberto fogo. "Havia indícios de que várias pessoas não apenas revidaram, mas tentaram salvar umas às outras", disse DeLeo.

Segundo o chefe de polícia, o atirador parece ter agido sozinho e não há ameaça imediata na região de Tallahassee. A polícia identificou o atirador e está procurando por indícios de ligações entre ele e as vítimas.

Maior tiroteio da história dos EUA, massacre de Las Vegas faz 1 ano

"Todas as evidências apontam para um único ator que ficou em cena e está morto neste momento, então não há ameaça para a população", disse DeLeo.

O gerente de um bar no andar térreo do estúdio, Alex Redding, afirmou que as pessoas entraram no estabelecimento em busca de ajuda, dizendo que um homem agia de forma estranha dentro do estúdio de ioga e filmava durante a aula.

Vítimas entraram no bar em choque e sem conseguir falar qualquer coisa além da palavra “atirador”, relatou o jornal Tallahassee.

Tiroteio em escritório de juiz deixa pelo menos 5 vítimas nos EUA

O prefeito Andrew Gillum, candidato democrata a governador do estado em campanha eleitoral, suspendeu as atividades para voltar à cidade."Nenhum ato de violência armada é aceitável", afirmou pelas redes sociais.

Megan Nixon disse que estava comendo em um restaurante embaixo do estúdio quando ouviu disparos e pessoas correndo para o andar de cima. “A arma disparou seis ou sete vezes. Eu vi cinco ambulâncias resgatando pessoas ”, disse ao jornal local.

    Access log