Internacional Zelenski afirma que não pode trair seu país, mas está disposto a fazer concessões à Rússia

Zelenski afirma que não pode trair seu país, mas está disposto a fazer concessões à Rússia

Em entrevista, presidente reforçou que a invasão que acontece na Ucrânia pode se repetir em outros países do continente

  • Internacional | Do R7

Presidente Volodmir Zelenski é protegido por soldado ucraniano durante entrevista

Presidente Volodmir Zelenski é protegido por soldado ucraniano durante entrevista

Sergei Supinsky/AFP - 3.3.2022

O presidente Volodmir Zelenski disse em entrevista ao portal alemão Bild que os ucranianos também morrerão pela Europa e ressaltou, mais uma vez, que a invasão que acontece na Ucrânia pode se repetir em outros países do continente.

“Desejo que suas prioridades na vida continuem sendo valores verdadeiros. O que está acontecendo conosco agora também pode acontecer com você. E isso é muito importante para mim: nós morrermos por você também”, disse Zelenski ao Bild.

Perguntado se poderia abrir mão da região de Donbass, onde estão as áreas separatistas de Donetsk e Lugansk, o presidente ucraniano afirmou que não pode trair seu país, mas está disposto a concessões.

“Compromissos podem ser feitos, mas não devem ser uma traição ao meu país. E o outro lado também deve estar disposto a fazer concessões — é por isso que elas são chamadas de concessões. Essa é a única forma de sairmos desta situação.”

Zelenski afirmou que “não tem medo” do cerco em Kiev. Segundo o presidente da Ucrânia, o pior que poderia acontecer já está acontecendo, que é a guerra entre os dois países.

“O que de pior poderia acontecer a pessoas que perderam seus filhos? Mas acreditamos no futuro. Não vamos desistir, não vamos vender nossa terra”, destacou.

“Eu não me preocupo onde o inimigo está se escondendo. Ou o quão perto ele chegou de nós. Preocupo-me com o nosso país, com o abastecimento de água, com o abastecimento de alimentos”, conclui Zelenski.

Arte/R7

Últimas