Minas Gerais Após 5 anos, MG paga salário integral para todos os servidores

Após 5 anos, MG paga salário integral para todos os servidores

Parte dos funcionários públicos do Governo Estadual estava com os pagamentos parcelados desde 2016, na gestão de Pimentel

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Executivo Estadual tem quase 618 mil servidores

Executivo Estadual tem quase 618 mil servidores

Gil Leonardi / Governo de Minas GErais

Após mais de 5 anos, o Governo de Minas Gerais pagou, pela primeira vez, o salário integral para todos os servidores do Executivo, nesta sexta-feira (6).

"Faz tanto tempo assim? A gente já nem lembra", se espanta a secretária escolar Viviane Garcia Duarte, de 42 anos. Funcionária pública há 22 anos, ela diz que o dinheiro já está na conta.

— Às 7h já estava lá.

O parcelamento para os funcionários do Executivo começou em 2016, ainda na gestão do ex-governador Fernando Pimentel (PT). Na época, o Estado alegou problemas financeiros para honrar com os compromissos que chegaram a ser quitados em até três parcelas.

Eleito em 2018 com a promessa de regularizar o problema, Romeu Zema (Novo), anunciou no mês passado a conclusão da meta. Segundo a equipe econômica, o feito foi possível graças à redução dos gastos e à venda da folha de pagamento a um banco privado. A negociação rendeu R$ 2,42 bilhões aos cofres públicos.

Ao todo, o Executivo tem aproximadamente 548 mil funcionários. A divisão do salário não afetou os membros do Legislativo e Judiciário. De acordo com Gustavo Barbosa, secretário de Estado de Fazenda de Minas Gerais, 70% dos servidores já estavam recebendo integralmente no quinto dia útil nos últimos meses. A maior parte deles era da Saúde e Segurança Pública.

Para os demais funcionários, era feito um repasse de R$ 2.000 na data e o restante até o fim do mês. Viviane, que estava no grupo do parcelamento, espera não passar pela situação novamente.

— Eu mudei as datas de pagamento das contas para conseguir honrar com os compromissos. Nós estávamos atrasando as nossas despesas por uma razão que não era nossa. Agora estou muito mais otimista porque posso ter o compromisso com as minhas contas e pagá-las em dia.

Procurado pela reportagem, Geraldo Henrique, presidente do Sindpúblicos (Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público do Estado de Minas Gerais) informou que, até o momento, não há relato de servidores que não tenham recebido integralmente.

Últimas