Minas Gerais Batida entre carros mata quatro pessoas da mesma família em MG

Batida entre carros mata quatro pessoas da mesma família em MG

Uma quinta vítima também morreu no acidente em Itaúna; motorista suspeito de provocar a batida estava sob efeito de álcool

  • Minas Gerais | Regiane Moreira, da Record TV Minas

Acidente aconteceu após ultrapassagem

Acidente aconteceu após ultrapassagem

Reprodução/Record TV Minas

Quatro pessoas da mesma família morreram em um acidente neste domingo (14), na MG-431, em Itaúna, a 83 km de Belo Horizonte. Quatro carros estariam envolvidos na batida, que ainda deixou mais uma vítima em um outro veículo e três pessoas feridas. O condutor suspeito de provocar o incidente estava sob efeito de álcool, segundo a PM (Polícia Militar).

Ainda de acordo com a corporação, o acidente ocorreu em uma reta, em que um dos veículos, um modelo Chevrolet,  tentou realizar uma ultrapassagem perigosa e quase colidiu com um modelo Santana Quantum.

Para desviar da batida, o Santana foi para a pista contrária e bateu de frente com um Ford KA, em que os quatro familiares estavam. Dos cinco ocupantes, quatro morreram na hora. Entre eles, um menino de 11 anos.

O motorista de um Santana Quantum, de 65 anos, estava sozinho no veículo e morreu no local. Os ocupantes do Renalt, um quarto carro envolvido no acidente, tiveram ferimentos leves.

Veja: Rodovias federais registram movimento alto no feriado de carnaval

A quinta pessoa que estava no Ford KA e os demais feridos na batida foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e levados para o Hospital Manoel Gonçalves de Souza Moreira, em Itaúna.

Os policiais receberam a informação que o responsável por provocar a tragédia seguiu no sentido Pará de Minas. Os militares começaram a percorrer algumas ruas de terra da região e, em um sítio, localizaram o carro.

Ainda segundo a polícia, o condutor que teria provocado o acidente tem 33 anos e é parente dos quatro familiares que morreram. O teste do bafômetro constatou que o motorista havia ingerido bebida alcoólica. Ele foi preso e encaminhado para a delegacia da cidade.

Últimas