Minas Gerais BH: vereadora trans afirma ter sido vítima de preconceito em salão

BH: vereadora trans afirma ter sido vítima de preconceito em salão

Parlamentar mais votada de Belo Horizonte, Duda Salabert (PDT), que é uma mulher trans, foi impedida de entrar no local

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli e Célio Ribeiro*, do R7

Duda foi a 1ª transexual eleita em Belo Horizonte

Duda foi a 1ª transexual eleita em Belo Horizonte

Divulgação / Campanha

A vereadora Duda Salabert (PDT) afirma ter sido vítima de preconceito após tentar fazer a sobrancelha em um salão de beleza no Centro de Belo Horizonte. A atendente teria dito à parlamentar, que é uma mulher trans, que “não atendia homens”.

O relato foi compartilhado pela vereadora em suas redes sociais. O salão de beleza visitado por Duda fica dentro de um shopping center da cidade e, segundo ela, o caso foi levado à gerência do local.

— A atendente disse que só atendia “por feminino”. Eu respondi que seria feminino pois eu sou uma pessoa transexual. Ela disse que não atendia homem e que não ia me atender. Tô (sic) na gerência do shopping agora. Terrível.

Veja: Vereadora trans é demitida de escola em BH e alega preconceito

Em nota, o Shopping Cidade, citado pela vereadora nos vídeos, afirmou que "repudia a prática discriminatória e reforça a preocupação no combate a todo e qualquer tipo de preconceito". O shopping também informou que assumiu o compromisso em "apurar e atuar na conscientização deste e de outros lojistas para evitar que a situação se repita".

A reportagem entrou em contato com o salão de beleza localizado no estabelecimento comercial, mas não teve retorno até o momento.

Duda Salabert

Com 37.613 votos, Duda Salabert (PDT) foi a primeira mulher transexual a ser escolhida para uma cadeira no Legislativo belo-horizontino. Com o apoio recebido, ela também se tornou a pessoa mais bem votada da história da Casa. Até então, o recorde era do ex-vereador Elias Murad, eleito com 20.157 votos, em 2004.

*​Estagiário do R7 sob a supervisão de Lucas Pavanelli.

Últimas