CPI das Barragens será instalada hoje na Assembleia de Minas

Comissão vai apurar fatos relacionados ao crime da Vale em Brumadinho; nomes de deputados titulares e suplentes já foram escolhidos;

ALMG instala hoje CPI das Barragens

ALMG instala hoje CPI das Barragens

Divulgação / ALMG / Guilherme Dardanhan

O presidente da ALMG (Assembléia Legislativa de Minas Gerais) Agostinho Patrus (PV) vai comunicar na sessão desta quarta-feira (13), a instalação da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) das Barragens. O grupo será composto por 14 parlamentares, entre titulares e suplentes e terá como meta a apuração de fatos relativos ao rompimento da Barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Grande BH, em 25 de janeiro. Até o momento a tragédia resultou em 201 mortos identificados e outras 107 pessoas desaparecidas. 

Os nomes dos deputados estaduais que irão compor a CPI foram anunciados pelo presidente da Casa nesta terça-feira (12). O presidente da comissão será o deputado Gustavo Valadares (PSDB), o posto de vice-presidente ficará com Inácio Franco (PV) e o relator será o deputado André Quintão (PT). 

O presidente da Casa Agostinho Patrus declarou que espera que a comissão dê uma resposta à sociedade e que a CPI dará atenção especial ao cuidados com os familiares das vítimas e outros atingidos.

— “Muitos perderam familiares, a estrutura de trabalho, o local de onde tiravam seu sustento. Agora precisam também desta visão social que a Assembleia dará ao tema”, afirmou. 

Barragens

No mês passado, a Assembleia de Minas aprovou um projeto de lei que cria a Política Estadual de Segurança de Barragens. A iniciativa foi proposta em 2016, após o rompimento da Barragem do Fundão, em Mariana, tragédia que resultou na morte de 19 pessoas. Na prática, o texto torna mais rígidas as regras para licenciamento ambiental e fiscalização de barragens no Estado. 

Confira quem serão os membros da CPI das Barragens na Assembléia de Minas: 

Gustavo Valadares (PSDB) - presidente
Inácio Franco (PV) - vice-presidente
André Quintão (PT) - relator
Sargento Rodrigues (PTB) - titular
Cássio Soares (PSD) - titular
Beatriz Cerqueira (PT) - titular
Noraldino Júnior (PSC) - titular

Bartô (Novo) - suplente
Celinho Sintrocel (PCdoB) - suplente
Repórter Rafael Martins (PSD) - suplente
João Vítor Xavier (PSDB) - suplente
Doutor Wilson Batista (PSD) - suplente
Sávio Souza Cruz (MDB) - suplente
Ulysses Gomes (PT) - suplente