Minas Gerais Empresários prestam depoimento sobre vacinação clandestina em MG

Empresários prestam depoimento sobre vacinação clandestina em MG

Delegado ouve irmãos Robson e Rômulo Lessa sobre episódio de vacinação clandestina em garagem de empresa de ônibus dos dois

  • Minas Gerais | Ezequiel Fagundes, da Record TV Minas

Os irmãos Robson e Rômulo Lessa teriam organizado vacinação, segundo revista

Os irmãos Robson e Rômulo Lessa teriam organizado vacinação, segundo revista

Ezequiel Fagundes/RecordTV Minas

Donos de uma empresa de ônibus que pertence ao Grupo Saritur, os irmãos Rômulo e Robson Lessa prestam depoimento nesta segunda-feira (29) na sede da Delegacia da Polícia Federal, em Belo Horizonte. 

Eles são suspeitos de organizarem uma vacinação clandestina na garagem da empresa de ônibus na semana passada junto a outros empresários e políticos de Minas Gerais. 

O inquérito da Polícia Federal foi aberto após reportagem da revista Piauí, que revelou o esquema da vacinação e depois da divulgação de um vídeo pelo R7, que mostra imagens de uma enfermeira aplicando as vacinas em pessoas dentro da garagem da empresa. 

Investigação

Na última sexta-feira (26), a PF cumpriu quatro mandados de busca e apreensão de documentos, além de equipamentos eletrônicos. Os alvos foram a sede da Saritur e em endereços residenciais dos donos da empresa.

No mesmo dia, a Justiça autorizou a quebra de sigilo de dados dos irmãos Robson e Rômulo Lessa. 

Um circuito interno de TV de uma casa vizinha foi apreendido pela PF. Nas imagens, é possível ver uma intensa movimentação de veículos entrando na garagem da empresa, o que reforça a suspeita de vacinação no local. Placas dos veículos serão identificadas e vão ajudar na identificação das pessoas.

Últimas