Minas Gerais Governo de MG vê venda de estatal como saída para quitar parte do 13º

Governo de MG vê venda de estatal como saída para quitar parte do 13º

Romeu Zema (Novo) disse que para quitar “com mais agilidade” o benefício de quem recebe mais de R$ 2.000 é importante privatizar a Codemig

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Governo pretende vender estatal para pagar salário

Governo pretende vender estatal para pagar salário

Gil Leonardi/Imprensa MG

O pagamento de parte do 13º salário dos servidores do Governo de Minas que recebem mais de R$ 2.000 segue sem data prevista. Nesta segunda-feira (14), o governador Romeu Zema (Novo) afirmou que conseguirá quitar o débito “com mais agilidade” caso a ALMG (Assembleia Legislativa de Minas Gerais) aprove a venda da maior parte da Codemig (Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais).

O Projeto de Lei 1.203/2009, que tenta legalizar a privatização da empresa estatal que atua na realização de projetos, obras, serviços e empreendimentos, foi enviado aos deputados no dia 10 de outubro de 2019. O documento, que é de autoria do governador Romeu Zema, ainda não foi avaliado pelos parlamentares e não há data prevista para que isto ocorra.

— É importante dizer que a possibilidade existente hoje de vender 49% da empresa é um dano ao erário porque se o Estado continuar como [acionista] majoritário o preço simplesmente vai à metade. Na hora que ficar visível para o investidor que o Estado já tem autorização para vender 51%, o valor deste ativo praticamente dobra.

Leia maisZema diz que tem “plano b” para vacinação contra covid-19 em MG

O Governo de Minas garantiu que será feito um depósito de até R$ 2.000 do 13º no dia 23 de dezembro. Zema disse durante coletiva no fim desta manhã que, com o repasse, 39% dos servidores já terão recebido todo o valor que têm direito. Enquanto o projeto não é aprovado na ALMG, o governador aguarda a equipe econômica analisar quando será possível fazer os próximos pagamentos.

— Sobre janeiro, temos que esperar o final do ano ou início do mês para que a Secretaria de Fazenda tenha uma previsão. Queremos fazer isto o quanto antes para que o funcionalismo possa se programar melhor.

Últimas