Minas Gerais Governo interdita 54 barragens que não atestaram estabilidade

Governo interdita 54 barragens que não atestaram estabilidade

De acordo com a ANM, 33 estruturas ficam em MG; empresas não enviaram ou não atestaram a Declaração de Condição de Estabilidade das estruturas

Ao todo, 54 barragens foram interditadas

Ao todo, 54 barragens foram interditadas

Márcio Neves / R7

A ANM (Agência Nacional de Mineração) interditou 54 barragens que não enviaram ou não atestaram a DCE (Declaração de Condição de Estabilidade) no segundo semestre de 2019, informou a autarquia em nota à imprensa nesta quarta-feira (9). 

Do total, 33 barragens ficam em Minas Gerais, Estado que viveu duas tragédias relacionadas ao rompimento de estruturas nos últimos quatro anos - Mariana, em 2015, e Brumadinho, em 2019. 

Em Minas, sete barragens, classificadas com os níveis dois e três de emergência - que representam risco real de rompimento, não tiveram as DCEs emitidas ou renovadas. Quatro delas foram classificadas com nível dois: B2 Auxiliar, em Rio Acima, da Nacional Minérios; Barragem de Rejeitos, em Itatiaiuçu, da ArcellorMittal; Forquilha I e Forquilha 2, em Ouro Preto, da Vale. 

Já as barragens em nível 3, ou seja, em situaçãi ainda mais delicada, estão a B3/B4, em Nova Lima, da MBR; Sul Superior, em Barão de Cocais, da Vale; e a Forquilha III, em Ouro Preto, também da Vale. 

O documento, destacou a agência, é obrigatório para as 423 estruturas inseridas na Política Nacional de Segurança de Barragens e devia ser entregue até 30 de setembro.

Do total de estruturas interditadas, 33 ficam em Minas Gerais. Ainda segundo a agência, o Estado é seguido por Rondônia (5), Mato Grosso (4) e São Paulo (3). 

"As barragens interditadas e sem DCE estão sendo monitoradas de perto e diariamente pelos agentes da ANM", diz Luiz Paniago, gerente de Segurança de Barragens de Mineração da ANM.

A Vale, maior exportadora global de minério de ferro, havia informado na semana passada que obteve 82 declarações de estabilidade, mas que algumas de suas barragens haviam permanecido sem o atestado de estabilidade.

VEJA ABAIXO A LISTA COM TODAS AS BARRAGENS INTERDITADAS:

Reprodução/ANM

Reprodução/ANM

BARRAGENS EM NÍVEL DE EMERGÊNCIA, SEGUNDO A ANM:

Reprodução/ANM