Minas Gerais Homem é preso suspeito de torturar e raspar o cabelo da ex-namorada

Homem é preso suspeito de torturar e raspar o cabelo da ex-namorada

Os pais da vítima também foram presos por omissão do caso que aconteceu em Contagem (MG); vítima diz que homem não aceitava a separação

  • Minas Gerais | Virgínia Nalon, da Record TV Minas, com Marina Avelar*, do R7

Vítima  teve os cabelos raspados pelo ex-namorado

Vítima teve os cabelos raspados pelo ex-namorado

Reprodução/ Record Tv Minas

Uma manicure de 19 anos foi agredida, torturada e teve os cabelos raspados em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com a PM (Polícia Militar), o principal suspeito dos crimes é o ex-namorado da vítima, que foi preso. Os pais da jovem também foram detido por omissão do caso.

Segundo a manicure, a tortura aconteceu porque o homem identificado apenas como Caio César não aceitava o fim dos 10 meses de relacionamento.

— Fui viver minha vida. Eu estava solteira. Ele não aceita que acabou, que eu não quero mais.

Leia mais: Aplicativo de combate à violência doméstica monitora agressores

A jovem também relatou que após sofrer as agressões e de ter o cabelo raspado, o homem a levou para a casa dos pais para avisar a família que eles iriam viajar.

— Ele raspou o meu cabelo, me agrediu com vários socos e ameaçou quebrar as minhas pernas. Depois me levou pra casa dos meus pais "pra mim despedir", falando que a gente ia pra São Paulo.

Segundo o tenente Rafael Bruno, as agressões teriam ocorrido quando a manicure se encontrou com o ex para os dois conversarem sobre o relacionamento. A vítima contou aos policiais que o suspeito a levou até a casa dele dizendo que iria dar a ela um presente.

— Chegando na casa, o suspeito vendou a jovem e começou a agredi-la.

Ainda de acordo com o tenente, com a chegada da polícia, a mãe da jovem disse que a filha deveria ter apanhado mais.

— A mãe dela, inclusive, super conivente com o que estava acontecendo, a todo momento ficou do lado do genro.

Os pais da vítima e o ex-namorado foram encaminhados para a delegacia. O suspeito das agressões deve responder por tortura, violência contra mulher e ameaça. Já os pais da vítima, por omissão.

A polícia informou que a jovem será assistida por um grupo que realiza acompanhamento com mulheres vítimas de violência doméstica.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Pablo Nascimento

Últimas