Minas Gerais Instituto Inhotim volta a receber visitantes após quase 8 meses

Instituto Inhotim volta a receber visitantes após quase 8 meses

Museu que fica em Brumadinho, na Grande BH, é considerado um dos maiores acervos de arte contemporânea a céu aberto da América Latina

  • Minas Gerais | Célio Ribeiro*, do R7

Inhotim reabre as portas após oito meses fechados

Inhotim reabre as portas após oito meses fechados

Reprodução / Instagram / Inhotim

Após quase oito meses fechado, o Instituto Inhotim, localizado em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, voltou a receber visitantes na manhã deste sábado (7).

O espaço estava com as atividades paralisadas desde o dia 18 de março por causa da pandemia da covid-19. No fim de setembro, a administração do local confirmou a reabertura com uma série de medidas de segurança contra o novo coronavírus, como o limite de 500 visitantes por dia e a proibição de excursões.

Veja: Juíza impede o uso de obras do Instituto Inhotim para pagar dívidas

Além do uso obrigatório de máscara de proteção, cada visitante terá a temperatura aferida na entrada e os ingressos serão vendidos exclusivamente pela internet. O número de carrinhos elétricos que transportam o público dentro do Inhotim foi reduzido e as visitas guiadas serão feitas por grupos de até cinco pessoas.

Logo no dia de reabertura, um dos maiores acervos de arte contemporânea a céu aberto da América Latina oferece ao público 14 galerias, oito jardins temáticos e obras em grande escala espalhadas pelo jardim botânico do local.

Para quem preferir ficar em casa, o instituto disponibilizou uma programação online que inclui até uma apresentação da Orquestra de Câmara Inhotim na manhã de domingo (8).

Como visitar

Por enquanto, Instituto Inhotim vai funcionar às sextas-feiras, entre 9h30 e 16h30, e aos sábados, domingos e feriados, das 9h30 às 17h30. Os ingressos são vendidos pela plataforma Sympla e custam R$ 44 a inteira e R$ 22 a meia.

Moradores de Brumadinho cadastrados no programa Nosso Inhotim não pagam entrada e, na última sexta-feira de cada mês, a entrada é gratuita para todos.

*Estagiário do R7 sob a supervisão de Pablo Nascimento.

Últimas