Minas Gerais Jovem é preso ao pichar viaduto pedindo ampliação do metrô de BH

Jovem é preso ao pichar viaduto pedindo ampliação do metrô de BH

"Cadê o metrô do Barreiro?", escreveu o detido na mureta da estrutura; homem alegou à polícia que queria protestar

  • Minas Gerais | Vinícius Araújo, da Record TV Minas

Um jovem de 21 anos foi preso em flagrante, nesta segunda-feira (11), por pichar um viaduto na região do Barreiro, em Belo Horizonte. Ele alega que estava fazendo um “protesto” pela ampliação do metrô da capital mineira.

Luiz Gustavo pichou o próprio apelido várias vezes na mureta do viaduto entre as avenidas Tito Fulgêncio e Olinto Meireles. Ele também escreveu a frase “Cadê o metrô do Barreiro?”. De acordo com o sargento Vinícius Alcântara, que participou da ocorrência, o jovem tentou se esconder dos policiais.

Veja: Acordo de R$ 1 bi a metrô de BH ainda será revisado, diz ministério

A Polícia Militar apreendeu com o suspeito um borrifador de tinta, uma touca ninja e outros materiais usados na pichação.

Preso disse que pichação foi um "protesto"

Preso disse que pichação foi um "protesto"

Reprodução / Record TV Minas

“Protesto”

Luiz Gustavo falou para os policiais que a pichação era o seu “hobby”. Ele já foi preso outras vezes pelo mesmo crime.

— Eu tenho que fazer uma coisa para chamar a atenção, mesmo que seja errada. Eu estou feliz por ter finalizado ali. Consegui fazer o meu protesto.

O sargento Alcântara relembra que a prática é considerada crime e prevê prisão de até um ano, além do pagamento de multa. O militar também afirma que o “protesto” do jovem causa um desperdício de dinheiro público.

— Foram gastos mais de R$ 100 mil na reforma do viaduto do Barreiro, que era uma reivindicação antiga dos moradores. A prefeitura pintou, deixou tudo bem bonito, ele veio e danificou tudo.

Últimas