Minas Gerais Motorista de ônibus que caiu de ponte em Minas segue desaparecido

Motorista de ônibus que caiu de ponte em Minas segue desaparecido

Testemunhas relataram que o homem pulou do veículo e fugiu do local antes da queda; o condutor não fez contato com a empresa e não foi mais visto

Lima não é visto desde o dia do acidente

Lima não é visto desde o dia do acidente

Divulgação / Localima

O motorista do ônibus que caiu de uma ponte na última sexta-feira (4), na BR-381, em João Monlevade, a 110 km de Belo Horizonte, ainda não havia sido encontrado até a manhã desta segunda-feira (7).

Testemunhas relataram que ele pulou do veículo após anunciar que o coletivo havia perdido os freios. Segundo a LocaLima, dona do veículo, quem dirigia no momento era Luiz Viana de Lima.

De acordo com a Polícia Civil, o condutor ainda não é considerado foragido, uma vez que não há mandado de prisão em aberto contra ele.

Flaviano Carvalho, representante da Localima disse à reportagem que não conseguiu contato com o motorista desde o dia do acidente.

— A gente não tem interesse nenhum em escondê-lo. Esse motorista, inclusive, vai ser importante para esclarecer o que houve.

A Defesa Civil reviu a lista de passageiros e informou que 48 pessoas estavam no veículo. Dezenove delas morreram, 22 seguem internadas, 14 receberam alta e uma não precisou de atendimento médico. A reportagem não conseguiu contato com familiares do motorista.

Acidente

O acidente aconteceu na tarde da sexta-feira, enquanto o veículo, que ia de Alagoas para São Paulo, passava pela chamada Ponte Torta. Passageiros contaram que o ônibus perdeu velocidade enquanto subia o trecho e voltou de ré, atravessando a contramão, batendo na mureta de proteção.

Em seguida, ele caiu de uma altura de aproximadamente 30 metros. Além do motorista, cinco passageiros pularam do coletivo. O outro condutor do veículo, que estava dormindo no momento, está entre os mortos.

Nesta tarde, um avião da FAB (Força Aérea Brasileira) vai transportar as vítimas, parentes e corpos para o Alagoas, onde deve acontecer os velórios.

Últimas