Minas Gerais Polícia Civil procura suspeito de mandar matar advogado em BH

Polícia Civil procura suspeito de mandar matar advogado em BH

Thiago Fonseca Carvalho, de 33 anos, é considerado foragido da Justiça; ele é acusado de mandar matar Juliano César Gomes, de 37 anos

  • Minas Gerais | Lucas Pavanelli, do R7, com Natália Jael, da RecordTV Minas

Thiago Fonseca Carvalho está foragido

Thiago Fonseca Carvalho está foragido

Divulgação/Polícia Civil

Um homem de 33 anos está sendo procurado pela Polícia Civil, suspeito de ter mandado matar o advogado Juliano César Gomes, de 37 anos, que estava desaparecido em Belo Horizonte no dia 21 de maio.

Segundo a PC a Justiça emitiu um mandado de prisão para o também advogado Thiago Fonseca Carvalho. Para a Justiça, ele já é considerado foragido. 

A Polícia Civil descartou que o caso esteja relacionado a latrocínio. Segundo as investigações, o crime foi premeditado, apesar de os autores terem simulado um crime de latrocínio. 

Juliano César Gomes desapareceu no dia 23 de maio após sair de sua casa, no bairro Floresta, região Leste de Belo Horizonte, para um encontro. Como o advogado não voltou para casa, a família chamou as autoridades para investigar o desaparecimento.

O carro dele foi encontrado em Sete Lagoas, a 70 km de Belo Horizonte, no dia seguinte, mas o corpo só foi achado no dia 8 de junho. Neste mesmo dia, a Polícia Civil prendeu dois homens suspeitos de serem os executores do advogado. Eles também teriam escondido o corpo de Juliano em uma fazenda em Funilândia, a 70km de Belo Horizonte. 

Últimas