Minas Gerais Polícia pede mais prazo para concluir inquérito sobre Capitólio

Polícia pede mais prazo para concluir inquérito sobre Capitólio

Delegado responsável pelas investigações fez pedido à Justiça para a prorrogação de 30 dias; queda de rocha vai completar um mês

  • Minas Gerais | Ana Gomes, Do R7

Tragédia vai completar um mês

Tragédia vai completar um mês

CBMMG - 08.01.2022

A Polícia Civil de Minas Gerais informou, na tarde desta segunda-feira (7), que vai pedir à Justiça mais 30 dias para a conclusão do inquérito sobre a queda da estrutura rochosa em Capitólio, a 293 km de Belo Horizonte. Nesta terça-feira (8), a tragédia que matou dez pessoas e deixou outras 30 feridas completa um mês.

"Diante da complexidade dos fatos e da necessidade de aguardar os laudos, bem como de esmiuçar a vasta documentação, a Polícia Civil pleiteou a dilação de prazo por 30 dias perante o poder judiciário de Piumhi", afirmou o delegado responsável pelas investigações, Marcos Pimenta.

Ainda de acordo com Pimenta, um grupo de peritos sobrevoou a região dos cânions e realizou trabalhos técnicos, que estão em fase de conclusão. 

Até o momento, 50 depoimentos, incluindo testemunhas, turistas, empreendedores e prefeitos da região, já foram colhidos pela polícia.

Acidente em Capitólio

No dia 8 de janeiro, uma estrutura rochosa caiu sobre lanchas com turistas na região dos cânions de Capitólio (MG). Ao todo, dez pessoas morreram na tragédia e mais de 30 ficaram feridas.

Além da investigação policial, o caso é acompanhado pelo MPF (Ministério Público Federal) e pela Marinha.

Últimas