Polícia prende suspeito de torturar jovem que agrediu avó em Minas

Adolescente de 17 anos foi torturada após ter agredido a avó de 91 anos em Teófilo Otoni, a 450 km de BH; delegado ficou surpreso com cenas de violência

Jovem foi torturada após agredir avó de 91 anos

Jovem foi torturada após agredir avó de 91 anos

Record TV Minas

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu, na última segunda-feira (14), um dos suspeitos de torturar uma jovem de 17 anos que teria agredido a própria avó em Teófilo Otoni, a 450 km de Belo Horizonte. O caso aconteceu em agosto deste ano.

Entre os sete suspeitos da agressão, pelo menos, seis deles tinham envolvimento com o tráfico, sendo três deles menores de idade. Um outro acusado de participar da sessão da tortura já havia sido preso na última semana e a Polícia Civil continua procurando os outros suspeitos.

Relembre o caso

No dia 12 de agosto, sete homens, entre eles três adolescentes, agrediram uma adolescente de 17 anos utilizando pedaços de madeira. O motivo da sessão da tortura seria uma agressão da jovem contra a própria avó, de 91 anos. A idosa fraturou algumas vértebras e a bacia.

Veja: Grupo é indiciado por torturar e matar adolescente na Grande BH

Após os vídeos mostrando as agressões repercutirem nas redes sociais, o Ministério Público de Minas Gerais pediu a prisão preventiva de cinco homens e a apreensão de dois adolescentes envolvidos. Um dos suspeitos seria namorado da vítima, enquanto outro seria primo.

Na época, o delegado responsável pelo caso, Washington de Souza Filho, chegou a afirmar que “nunca havia presenciado cenas de tamanho descaso com a dignidade humana”.

*Estagiário do R7 sob a supervisão de Flavia Martins y Miguel.