Minas Gerais Prefeitura de BH interdita quatro lojas por furarem decreto da covid

Prefeitura de BH interdita quatro lojas por furarem decreto da covid

Nova regra do município libera o funcionamento apenas para serviços essenciais; 769 comércios foram vistoriados

  • Minas Gerais | Pablo Nascimento, do R7

Interdições aconteceram em três regiões

Interdições aconteceram em três regiões

Divulgação / Subsecretaria de Fiscalização

A Prefeitura de Belo Horizonte interditou quatro lojas que furaram o novo decreto para conter a covid-19 e abriram irregularmente nesta terça-feira (12).

Os comércios são das regições Oeste, Pampulha e Venda Nova. Segundo a Subsecretaria de Fiscalização, responsável pelo trabalho, 769 estabelecimetnos foram vistoriados nos dois primeiros dias de validade da nova regra.

O decreto que entrou em vigor na segunda-feira (11) autoriza o funciomamento apenas para as atividades consideradas essenciais. Com isso, lojas de roupas, sapatos, acessórios, casas de shows e teatros estão impedidos de abrir. Os bares e restaurantes só podem funcionar para retirada no local ou venda por delivery. No primeiro dia do decreto, nenhum estabelecimento foi interditado.

Leia também: Veja o que pode e não pode abrir em Belo Horizonte

Até o momento não houve aplicação de multas por desrespeito às regras. Os comerciantes que não cumprirem as normas estão sujeitos a uma multa de R$ 18.359,66.

"A Secretaria de Política Urbana esclarece que, para garantir o cumprimento do decreto municipal, continuará com as ações planejadas em todas as nove regionais", destacou a prefeitura em nota.

Negociações

Empresários estão se reunindo com representantes da prefeitura nesta semana para negociar uma possível flexibilização na restrição. De acordo com a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte), no encontro de ontem, o município ficou de reavaliar a decisão na próxima semana.

Cálculos da secretaria de Saúde apontam que as medidas devem ficar em vigor pelo menos até por volta do dia 25 de janeiro, quando será possível perceber o reflexo do isolamento nos índices da pandemia.

Dados mais recentes da prefeitura, desta terça-feira (12), indicam que a ocupação nas enfermarias dedicadas ao tratamento da covid-19 está em 69,1% (alerta amarelo). Nas UTIs está em 86,2% (alerta vermelho). O RT, índice que mede o ritmo de transmissão do vírus, está em 1,05 (alerta amarelo).

Últimas