Minas Gerais Prefeitura exonera gerente da BHTrans alvo de CPI

Prefeitura exonera gerente da BHTrans alvo de CPI

Comissão quebrou sigilo do servidor durante investigação sobre contratos; motivo da demissão não foi divulgado

ônibus bh

ônibus bh

Adão Souza / PBH

O gerente de Controle, Estudos Tarifários e Tecnologia da BHTrans, Adilson Elpídio Daros, foi exonerado do cargo, nesta sexta-feira (6).

Daros está na lista de sete pessoas que tiveram quebrados o sigilo de dados, bancário e fiscal pela CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Câmara Municipal que apura irregularidades na BHTrans, na última quarta-feira (4).

De acordo com o grupo, o gestor era fiscal dos contratos da empresa em 2017. Na época, a companhia que administra o serviço de transporte da capital mineira preparava uma consultoria externa para avaliar o real custo da tarifa na cidade. O trabalho realizado pela empresa contratada é questionado pela comissão.

A exoneração foi publicada no diário desta sexta-feira. O ato assinado pelo prefeito Alexandre Kalil (PSD) não justifica o afastamento. A BHTrans ainda não comentou sobre o assunto. A reportagem tenta contato com Daros. O cargo deixado por ele será ocupado por Eriênio Jaderson de Souza, até então assessor da presidência da companhia.

De acordo com a Câmara Municipal, o gerente exonerado foi intimado para prestar depoimento à CPI no próximo dia 19 de agosto.

Últimas