Minas Gerais Servidores de MG são convocados ao retorno do trabalho presencial

Servidores de MG são convocados ao retorno do trabalho presencial

Trabalhadores totalmente imunizados contra a covid-19 terão preferência no retorno; sindicato da categoria contesta decisão

  • Minas Gerais | Antônio Paulo, da Record TV Minas, e Célio Ribeiro*, do R7

Servidores imunizados terão preferência

Servidores imunizados terão preferência

Reprodução / Pixabay

O Governo de Minas autorizou, nesta sexta-feira (9), a volta dos servidores do Estado ao trabalho presencial. A decisão já foi publicada no Diário Oficial.

De acordo com o Comitê de Enfrentamento à Covid-19, o retorno dos funcionários aos órgãos, autarquias e fundações será gradual e seguirá os protocolos de combate à doença determinados pelo próprio comitê no plano Minas Consciente, como o distanciamento social, uso obrigatório de máscara de proteção e a limitação de capacidade de cada ambiente.

Segundo a determinação do comitê, a chefia de cada órgão irá definir o percentual de servidores que voltarão ao regime presencial, com a possibilidade de rodízio de trabalhadores. A prioridade para o retorno será para aqueles funcionários que já tenham recebido as duas doses da vacina contra a covid-19.

Pelo seu site oficial, o SindPúblicos-MG (Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Mina Gerais) contestou a capacidade das instalações do serviço público de atender os protocolos e garantir a segurança dos trabalhadores.

Na nota, o diretor educacional do sindicato, Eduardo Sérgio Coelho, defende que o retorno do funcionalismo aconteça apenas após a vacinação de toda a população adulta do Estado e que todos os servidores sejam testados antes de entrarem nos locais de trabalho.

*​Estagiário do R7 sob a supervisão de Flavia Martins y Miguel.

Últimas