Minas Gerais Vendas de sorvetes e ventiladores em BH têm alta por causa do calor

Vendas de sorvetes e ventiladores em BH têm alta por causa do calor

Onda de calor tem influenciado nas vendas do comércio de Belo Horizonte; loja de ventiladores está sem estoque e sorveteria tem alta de 50%

  • Minas Gerais | Kiuane Rodrigues, da Record TV Minas

As altas temperaturas têm batido recordes neste ano em Belo Horizonte e em Minas Gerais. Para alguns comerciantes, o calor é sinônimo de alta no número de vendas, principalmente de ventiladores e sorvetes.

Uma loja de ventiladores no bairro São Cristóvão, na região Noroeste de Belo Horizonte, está com o estoque vazio. A procura foi tanta que o estabelecimento decidiu vender as peça do mostruário. Segundo um dos funcionários da loja, as vendas já subiram 80%. O número poderia ser maior caso a fábrica de ventiladores estivesse operando normalmente.

— Tanto a nossa fábrica própria quanto a parceira está com dificuldades para encontrar matéria prima. Se eu tivesse 2.000 unidades nesta semana, já estariam todas vendidas e ainda ficariam faltando algumas para entrega.

Sorveteria teve alta de 50% nas vendas em setembro

Sorveteria teve alta de 50% nas vendas em setembro

RecordTV Minas

O setor de alimentação também está sendo positivamente impactado pelo calor recorde na capital mineira. As vendas de uma sorveteria no bairro Funcionários, na região Centro-Sul de BH, aumentaram 50% durante o mês de setembro.

A proprietária da loja, Cristiane Temporão, acredita que o calor não é o principal motivo da alta nas vendas. Segundo ela, os clientes estão se sentindo mais seguros para sair de casa, mesmo durante a pandemia. Para continuar agradando, ela passou a investir em novos sabores e na manutenção do delivery.

Veja: Defesa Civil emite alerta para temporais em cidades do Sul de MG

— O açaí é um dos sabores favoritos. A maior surpresa de todas foi que o delivery continua movimentado, mesmo com a reabertura do comércio

Calor em MG

Belo Horizonte pode bater o terceiro recorde de calor em menos de um mês. De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a capital mineira pode registrar 38ºC no sábado (3), a maior temperatura da história da cidade. Algumas regiões de Minas Gerais já registram temperaturas acima dos 40ºC e umidade abaixo dos 10%.
 

Últimas