Autos Carros [Comparativo] Nissan Kicks x VW T-Cross: o melhor por R$ 120 mil

[Comparativo] Nissan Kicks x VW T-Cross: o melhor por R$ 120 mil

Colocamos os dois SUVs compactos frente a frente, versões distintas com preços próximos: confira

Resumindo a Notícia

  • Somados, os dois SUVs emplacaram mais de 55 mil unidades
  • Novo Kick chega com diversos equipamentos de segurança
  • VW T-Cross chega com multmídia VW Play com tela de 10,1"
SUVs venderam 55 mil unidades em 2021

SUVs venderam 55 mil unidades em 2021

Marcos Camargo Jr.

Queridinhos do mercado de Crossovers compactos o Nissan Kicks e o Volkswagen T-Cross venderam mais de 55 mil unidades de janeiro a julho deste ano. O R7 Autos Carros colocou frente a frente a versão topo de linha do Nissan Kicks, Exclusive e, a de entrada do Volkswagen T-Cross, 200TSI. Apesar da faixa de preço parecido na faixa de R$ 120 mil, os SUVs entregam propostas (e escolas) diferentes.

Design arrojado ou conservador

Em meados de fevereiro deste ano, a Nissan apresentou o novo Kicks. O visual é parecido com a versão anterior porém de certa forma mais refinado. Na dianteira, o Kicks Exclusive ganha o Double V-motion com cromados e detalhes em black piano. Os faróis de LED com função DLR (luz de rodagem diurna), e faróis de neblina de LED bem como as setas dão resultado visual mais aprimorado mas só está presente nas versões mais caras. Na traseira, as lanternas estão unidas por um filete que também reforça a tampa do porta-malas.  As rodas aro 17 com desenho diferenciado também estão presentes nos modelos mais caros, Advance e Exclusive.

Transmissão pode ser manual de cinco velocidades ou automática do tipo CVT

Transmissão pode ser manual de cinco velocidades ou automática do tipo CVT

Marcos Camargo Jr.

Já o T-Cross que não recebe modificações desde o seu lançamento é menos arrojado como característica das suas linhas retas assim como os outros modelos da Volkswagen. O visual do T-Cross não recebe modificações expressivas desde o seu lançamento mas tem virtudes interessantes como veremos adiante. Com isso, na versão 200 TSI, é equipado com farol halógeno e a grade na cor preta. O SUV ainda é calçado com pneus aro 16” e a traseira conta com lanternas que se unem por uma barra que atravessa toda a tampa do porta-malas.

Na traseira, a tampa lisa recebe uma barra de iluminação unindo as lanternas que conferem um estilo mais refinado

Na traseira, a tampa lisa recebe uma barra de iluminação unindo as lanternas que conferem um estilo mais refinado

Marcos Camargo Jr.

Interior simples no T-Cross

O interior do Kicks recebe bancos em couro com bom ajuste lombar e largura que permite fazer viagens longas sem cansar. O banco traseiro pode ficar um pouco mais próximo da cabeça para passageiros mais altos e o espaço para as pernas é bom e o porta malas tem 431 litros. A multimídia melhorou e tem espelhamento para Android Auto e Apple CarPlay, além do cluster que mescla elementos analógicos e digitais de tamanho grande. Há equipamentos como alerta de ponto cego, câmera de ré, frenagem automática de emergência além de pacote com seis airbags.

T-Cross na versão 200 TSI é visivelmente mais simples que o Nissan Kicks

T-Cross na versão 200 TSI é visivelmente mais simples que o Nissan Kicks

Guilherme Magna

Já o T-Cross é visivelmente mais simples. Nesta versão apresenta bancos em tecido, cluster que também mescla elementos analógicos maiores e digitais menores, porém a principal diferença fica por conta da multimídia VW Play que tem tela de 10,1” e diversos recursos que possibilita rotear o pacote de dados do smartphone para utilizar o Waze e aplicativos de entrega, estacionamento, audiobook, entre outros a serem baixados da loja VW Play. Os bancos em tecido e a aparência dos plásticos na cor cinza dão ao T-Cross um aspecto espartano mas o espaço interno é muito bom com máximo de 420 litros de porta malas. Há também seis airbags, câmera de ré de alta resolução mas itens como frenagem automática estão presentes nas versões mais caras.

Porta-malas do T-Cross tem capacidade máxima de 420 litros

Porta-malas do T-Cross tem capacidade máxima de 420 litros

Guilherme Magna

Escolas diferentes sob o capô

Sob o capô, um tem motor aspirado e outro turbinado. De um lado temos o Kicks, com o sua conhecido motor motor 1.6 aspirado de 114cv e 15,5kgfm de torque com câmbio automático CVT. Do outro lado temos o T-Cross com motor 1.0 turbo de até 128cv e 20,4kgfm com câmbio automático de seis velocidades.

Nissan Kicks tem motor 1.6 aspirado de 114cv

Nissan Kicks tem motor 1.6 aspirado de 114cv

Guilherme Magna

Na prática o Kicks tem um delay maior na aceleração e retomada, enquanto o T-Cross é mais “esperto” nesses quesitos. Porém, na economia o Kicks leva a melhor em nossa média o Kicks marcou 8,5km/l na cidade e 9,3km/l na estrada. O T-Cross registrou 7,1km/l e 8,9km/l, respectivamente usando etanol ao longo destes testes. Vale lembrar que o Kicks acelera menos e leva mais tempo para atingir velocidade de cruzeiro enquanto o T-Cross é mais ágil em todas as faixas de rotação.

SUV da Volkswagen chega equipado com motor 1.0 turbo de 128cv

SUV da Volkswagen chega equipado com motor 1.0 turbo de 128cv

Guilherme Magna

Quando o assunto é espaço interno, o Kicks leva a melhor. Com 4,31m de comprimento e 2,62 de entre-eixos, o espaço interno é melhor aproveitado. O T-Cross tem 4,20m de comprimento e 2,65m de entre eixos. A vantagem do modelo da Volkswagen fica por conta da saída de ar no banco traseiro e a ausência do túnel central.

Nissan Kicks chega recheado de tecnologia a bordo

Nissan Kicks chega recheado de tecnologia a bordo

Marcos Camargo Jr

No quesito segurança o modelo da Nissan vem equipado com itens como Alertas de Colisão Frontal com Assistente Inteligente de Frenagem (FCW/FEB), do Detector de Objetos em Movimento (MOD), do Monitoramento de Ponto Cego (BSW), Alerta Inteligente de Mudanças de Faixa (LDW) e os Acendimento Inteligente dos Faróis com Ajuste de Altura e Intensidade (HBA), do sensor de estacionamento, do afivelamento dos cintos dianteiros e traseiros e de outras configurações do veículo no painel. 

T-Cross tem acabamento mais simples, porém evoluiu na multimídia

T-Cross tem acabamento mais simples, porém evoluiu na multimídia

Guilherme Magna

Já o Volkswagen conta com seis airbags (frontais, laterais e de cortina), os controles eletrônicos de estabilidade/tração e o bloqueio eletrônico do diferencial (XDS+).

Conclusão

De um lado temos um carro com proposta mais urbana, que é o caso do Nissan Kicks. A suspensão é trabalhada para enfrentar buracos, lombadas e o dia a dia da cidade porém com mais conforto. Com posição mais alta para dirigir, o SUV se torna uma boa escolha para quem deseja este tipo de proposta.

Os dois modelos tem boa calibração na suspensão

Os dois modelos tem boa calibração na suspensão

Marcos Camargo Jr

Já o T-Cross tem a suspensão com uma calibração na medida entre firmes e confortáveis. Com posição de dirigir mais baixa, o carro confirma a proposta mais esportiva da marca corroborado pelo motor turbinado de 128cv que agrada ao volante.

NISSAN KICKS 1.6 OU VW T-CROSS 1.0TSI na faixa de R$ 120 mil? Qual você escolheria?

Mas afinal, por que colocar frente a frente modelos de versões diferentes? Apesar de serem diferentes nas versões, a faixa de preço é similar o Nissan Kicks tem preços de R$ 126.990 na versão topo de linha. Já o T-Cross com a nova multimídia na versão de entrada tem preço de R$ 120.990. Há menos de R$ 7 mil de diferença entre ambos para um entrega de equipamentos bem completa no Nisssn enquanto a performance é melhor no Volkswagen.

Últimas