Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Autos Carros
Publicidade

Ford promete 10 lançamentos em 2023 incluindo nova Ranger

Executivos prometem nova Ranger que virá da Argentina

Autos Carros|Marcos Camargo Jr. e Marcos Camargo Jr.

Ford Ranger 2024 será fabricada em General Pacheco, na Argentina
Ford Ranger 2024 será fabricada em General Pacheco, na Argentina Ford Ranger 2024 será fabricada em General Pacheco, na Argentina

A Ford confirmou hoje que vai lançar 10 novos produtos no mercado brasileiro em 2023. Partes desses lançamentos já é conhecida: F-150 no segmento de pick-ups grandes, a Maverick Hybrid e a nova geração da Ranger.

FORD MAVERICK HÍBRIDA CONFIRMADA! Chega no início de 2023. Veja o vídeo!

No caso da Ranger, que é o produto de maior volume no mercado brasileiro, a nova geração é fruto de um investimento de US$ 580 milhões na unidade de Pacheco, na Argentina, onde ela será produzida e exportada para o Brasil, quando deve ser vendida nas versões XL, XLT e Limited no próximo ano. Ford Ranger 2024, que já foi flagrada por aqui, deve ser equipada com motor de 2.0 litros turbo de 150 ou 210 cv. Também pode ter um propulsor de 3.0 litros V6, que entrega até 250 cv. Ainda não há informações sobre versões eletrificadas.

Pick-up deve ser vendida nas versões XL, XLT e Limited
Pick-up deve ser vendida nas versões XL, XLT e Limited Pick-up deve ser vendida nas versões XL, XLT e Limited

No entanto, além destas três novidades já conhecidas a marca deve trazer o Mustang Mach-E, modelo já mostrado no país há alguns meses e que deve ser confirmado nas próximas semanas. Inclusive, já foi flagrado rodando no Brasil, onde deve ser equipado com dois motores elétricos, que somam 487 cv com torque de 87 kgfm. Segundo a fabricante, é possível fazer de zero a 100 km/h em apenas 3,6 segundos. As baterias têm 91 kWh, o que confere uma autonomia de até 434 km. Mas a Ford pode vender uma versão com motores de de 269 cv com torque de 43,8 kgfm ou de 346 cv com torque de 59,1 kgfm. As baterias podem ter 75,5 kWh ou 98 kWh, o que confere uma autonomia de até 610 km.

Publicidade
Mach-E já foi mostrado no Brasil ao lado da e-Transit
Mach-E já foi mostrado no Brasil ao lado da e-Transit Mach-E já foi mostrado no Brasil ao lado da e-Transit

Em relação à Maverick Hybrid, que já foi apresentada no país no final de novembro, deve ser equipada com motor 2.5 aspirado de 164 cv e outro elétrico de 128 cv. Juntos os dois propulsores entregam 193 cv. Segundo a fabricante, o consumo combinado é de 15,7 km/h, mas pode chegar aos 18 km/l.

Modelo mantém o mesmo visual da versão a combustão
Modelo mantém o mesmo visual da versão a combustão Modelo mantém o mesmo visual da versão a combustão

Também já presentada no Brasil neste ano, a Ford F-150 pode chegar apenas na versão Lariat FX4. Rival da Chevrolet Silverado, que também será lançada em 2023, a pick-up deve ser equipada com motor V8 de 5.0 litros de 405 cv. Mas nada impede da Ford vendê-la com propulsores V6 de 2.7 litros turbo de 329 cv, V6 híbrido de 3.5 litros de 436 cv e V6 turbo de 3.5 litros de 408 cv no país.

Publicidade
Ford F-150 pode chegar apenas na versão Lariat FX4
Ford F-150 pode chegar apenas na versão Lariat FX4 Ford F-150 pode chegar apenas na versão Lariat FX4

O restante é somente especulação. Globalmente a Ford pode oferecer novidades como o Equator, substituo para o Territory no segmento médio. O crossover, que mede 4,63 m de comprimento, 2,72 de entre-eixos e 1,75 de altura, pode ter motor 1.8 litro turbo, que entrega 190 cv e 32,6 kgfm torque de desempenho superior ao do Territory que tem propulsor 1.5 turbo de 150cv. A transmissão é automática de sete velocidades enquanto no Territory atual é um CVT.

Ford pode oferecer novidades como o Equator, substituo para o Territory no segmento médio
Ford pode oferecer novidades como o Equator, substituo para o Territory no segmento médio Ford pode oferecer novidades como o Equator, substituo para o Territory no segmento médio

Acima do Equator a marca poderá oferecer o Everest, derivado da Ranger e já oferecido em vários mercados.

Everest, derivado da Ranger, já oferecido em vários mercados
Everest, derivado da Ranger, já oferecido em vários mercados Everest, derivado da Ranger, já oferecido em vários mercados

O SUV deve ser equipado com motor de 2.0 litros turbodiesel de 210 cv ou com propulsor de 3.0 litros V6 turbodiesel de 250 cv.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.