Autos Carros Novo Renault Duster 2024 é flagrado na Europa

Novo Renault Duster 2024 é flagrado na Europa

Crossover deve ter versão híbrida e utilizará plataforma CMF-B

Resumindo a Notícia
  • SUV ainda não tem uma data de lançamento para o Brasil

  • Renault Duster 2024 terá uma versão 4x4

  • Configuração híbrida deve ter motor a combustão na dianteira e elétrico na traseira

SUV terá um rack de teto, um pequeno aerofólio e faróis no formato de "C"

SUV terá um rack de teto, um pequeno aerofólio e faróis no formato de "C"

Cochespias/Reprodução

Depois de imagens do novo SUV compacto da Renault vazar na Europa, foi a vez do novo Duster 2024 ser visto rodando pelo velho continente camuflado. O crossover deve ter versão híbrida e utilizará a plataforma CMF-B. O SUV, que deve ser vendido no mercado europeu no próximo ano, ainda não tem uma data de lançamento para o Brasil.

INCRÍVEL O CONSUMO DA DUSTER COM ETANOL - teste real cidade/estrada normal/eco ETANOL. Veja o vídeo!

As duas únicas fotos do Renault Duster 2024 permitem observar apenas a traseira e parcialmente a lateral do modelo. Contudo, dá para notar que terá um rack de teto, um pequeno aerofólio e faróis no formato de "C", também presentes no novo SUV compacto da marca. A dianteira terá um capô alongado e grandes faróis com luzes diurnas. Não imagens de dentro do crossover.

Dianteira terá um capô alongado e grandes faróis com luzes diurnas

Dianteira terá um capô alongado e grandes faróis com luzes diurnas

Cochespias/Reprodução

De acordo com sites europeus, o novo Renault Duster 2024, que por lá é vendido pela Dacia, deve ter desenho semelhante ao conceito Bigster, já revelado pela montadora no ano passado. Além disso, terá uma versão 4x4 e outra híbrida com motor a combustão na dianteira e elétrico na traseira.

Conceito Dacia Bigster

Conceito Dacia Bigster

Cochespias/Reprodução

O novo Renault Duster 2024 também deve utilizar a plataforma CMF-B, que é usada pelo sedã Logan e Sandero, vendidos na Europa. As imagens do flagrante foram divulgadas pelo site europeu Cochespias. 

*Com a colaboração Felipe Salomão

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas