Christina Lemos Governadores apelam hoje à ONU por ajuda humanitária ao Brasil

Governadores apelam hoje à ONU por ajuda humanitária ao Brasil

Reunião está agendada para esta tarde. Fórum Nacional de governadores pedirá antecipação de vacinas e medicamentos, e entregará carta intitulada “Pacto Nacional em Defesa da Vida e da Saúde”

Antecipação de vacinas contra a Covid está entre as demandas à ONU.

Antecipação de vacinas contra a Covid está entre as demandas à ONU.

Raul Martinez / EFE - Arquivo

Diante do agravamento da crise sanitária, com o registro de mais de 3 mil mortes diárias por Covid-19 no Brasil, os governadores que integram o Fórum Nacional farão hoje um apelo à Organização das Nações Unidas, em reunião prevista para as 16h, por ajuda humanitária ao Brasil. Segundo os participantes, o pedido inclui: antecipação na remessa de vacinas, medicamentos do kit-intubação, e até reforço de profissionais da área médica.

Na reunião, os governadores irão propor um “Pacto Nacional em Defesa da Vida e da Saúde”, com diretrizes “para a emergencial tomada de providências que possam mitigar o flagelo decorrente do novo coronavírus em solo brasileiro”, segundo ofício encaminhado à Nações Unidas, ao qual o blog teve acesso.

No comunicado, os gestores estaduais ressaltam que “estão implementando medidas restritivas à circulação de pessoas, contudo a capacidade de atendimento da rede pública hospitalar entrou em colapso”. E ressaltam que “o Brasil está ameaçado pela escassez de insumos hospitalares” e “pela falta de profissionais de saúde”.

Do lado da Nações Unidas, está prevista a participação  da Secretária-Geral Adjunta da ONU, Amina J. Mohammed, e do lado brasileiro, dos governadores Wilson Lima, do Amazonas, pela região Norte, Flávio Dino, do Maranhão, pelo Nordeste, Renato Casagrande, do Espírito Santo, pelo Sudeste, Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul, pelos estados da região Sul e Ronaldo Caiado, de Goiás, pelo Centro Oeste.

Últimas