Christina Lemos Vacina Sputnik V: importação pode enfrentar novo revés

Vacina Sputnik V: importação pode enfrentar novo revés

Carregamento está pronto para ser despachado para o Recife. Governadores do Nordeste compraram mais de um milhão de doses do imunizante russo e previram chegada esta semana. Anvisa diz que há pendências

Sputnik V: carregamento acertado com Fundo Soberano russo chegará pelo Recife. Importação aguarda Anvisa

Sputnik V: carregamento acertado com Fundo Soberano russo chegará pelo Recife. Importação aguarda Anvisa

Fedja Grulovic/Reuters - 06.01.2021

A expectativa dos governadores do Nordeste, que chegaram a anunciar para esta semana a importação e aplicação imediata da vacina de fabricação russa, Sputnik V, pode ser frustrada pela Anvisa, que ainda não tem previsão de quando concederá a autorização para entrada do imunizante no país. Segundo fontes da Agência, “ainda há etapas para a serem cumpridas antes da efetivação da importação”.

Os governadores compraram 1,145 milhão de doses do chamado “lote experimental”, suficiente para a aplicação em 1% da população dos estados. “Já está tudo certo com o Fundo Soberano Russo para embarque, chegando no Recife”, declara o governador do Piauí, Wellington Dias, presidente do Consórcio Nordeste. A data da importação “depende apenas da liberação da Anvisa”, completa.

Após longo processo de negociação e de idas e vindas políticas e técnicas, os governadores assinaram na última sexta-feira, 9, o Termo de Compromisso para Monitoramento Pós-Vacina junto à Anvisa e requisitaram o pedido de liberação excepcional de importação. O trâmite ainda está pendente, sem previsão de conclusão, apesar da pressão sobre a Agência.

Últimas