Refletindo Sobre a Notícia por Ana Carolina Cury A mensagem sobre perdão achada nos escombros do WTC que impactou o mundo

A mensagem sobre perdão achada nos escombros do WTC que impactou o mundo

Em 2010, o fotógrafo Joel Meyerowitz doou o artefato para o Memorial & Museu do 11 de Setembro, em Nova York

Se você já esteve em contato com uma Bíblia deve ter notado que o registro é extenso, e tem mais de mil páginas. São 1189 capítulos, distribuídos entre 66 livros. E em meio a tantas histórias, uma em especial foi encontrada por um bombeiro nos escombros do atentado às Torres Gêmeas, em 30 de março de 2002 (seis meses após o ataque terrorista). O conteúdo estava fundido a um pedaço de aço e foi parar nas mãos de um fotógrafo que estava no local, Joel Meyerowitz.

Ele contou ao jornal americano The New York Times que ficou impressionado com o trecho de Mateus 5:38-39 que estava em evidência e que diz: "Ouvistes que foi dito: Olho por olho, e dente por dente. Eu, porém, vos digo que não resistais ao mau; mas, se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra."

Trecho bíblico encontrado nos escombros do World Trade Center revela a importância do perdão

Trecho bíblico encontrado nos escombros do World Trade Center revela a importância do perdão

National September 11 Memorial Museum

"Meu espanto ao ver a página em que a Bíblia estava aberta me fez perceber que a mensagem sobrevive ao longo do tempo. Em todas as épocas, interpretamos seus ensinamentos de maneira renovada, conforme a ocasião exige. Nossa natureza carnal nos exorta a retribuir o mal pelo mal, mas Deus nos diz para perdoar e amar, deixando a justiça nas mãos Dele", acrescentou o fotógrafo que fez questão de doar o artefato para Memorial & Museu do 11 de Setembro.

Aconteceu muitas vezes

Essa não é a primeira vez que trechos da Bíblia permanecem intactos após uma destruição. Em maio deste ano, por exemplo, uma cópia dela foi encontrada em bom estado, após um incêndio atingir uma casa em Jaraguá do Sul, no Norte de Santa Catarina. A obra estava no meio dos escombros, envolta em um plástico queimado.

Em abril do ano passado, outro caso surpreendente. Após um incêndio destruir uma área do Mercado Modelo de Limeira, no interior de São Paulo, um volume da Bíblia foi encontrado no local, também praticamente intacto. Após o fogo ser controlado, os bombeiros perceberam que a Bíblia estava aberta no capítulo 21 do Livro de Jeremias, com mensagens pertinentes sobre o livre-arbítrio.

O poder da fé

Os relatos bíblicos caminham junto com a história da humanidade. De fato, é impressionante como os eventos ali descritos são confirmados pela arqueologia, dia após dia.

Além disso, muitos estudos comprovam que a leitura da Bíblia diminui sintomas depressivos e de ansiedade. Um deles, realizado pela American Bible Society, em parceria com a Baylor University, revelou que os participantes, após meditarem nas Escrituras, tiveram uma redução nos sintomas do transtorno de estresse pós-traumático e entenderam a importância do perdão, da compaixão e do senso de propósito.

Após incêndio que atingiu mercado em Limeira (SP), uma Bíblia foi encontrada praticamente intacta em meio aos escombros

Após incêndio que atingiu mercado em Limeira (SP), uma Bíblia foi encontrada praticamente intacta em meio aos escombros

Reprodução / R7

Uma outra pesquisa, feita pela Universidade de São Paulo (USP), constatou que pacientes que têm fé respondem melhor ao tratamento de doenças.

Já nos Estados Unidos, outra análise realizada pela Universidade de Duke, na Carolina do Norte, comprovou que pacientes que praticam a fé apresentam 40% menos chances de sofrerem depressão durante o tratamento de doenças em geral.

Reflexão

Todos esses estudos mostram que as Bíblias (ou trechos delas) encontradas intactas não são apenas uma coincidência do destino, mas sim um símbolo de que, apesar das dificuldades, devemos ter esperança e fé para perdoar e seguir em frente.

Assim como esses registros passaram pelo fogo e resistiram, representando uma verdadeira armadura, nós também podemos fazer o mesmo se seguirmos o exemplo, independentemente de qualquer religião. 

Últimas