Após 4h, homem que fez mulher refém é preso no Rio

Bope usou armas não letais para conseguir a liberação da vítima, que está bem, e capturar o criminoso. O caso foi encaminhado para a 19ªDP, na Tijuca

Após mais de 4 horas de negociação, o homem que fez uma mulher de refém em uma lanchonete na rua General Rocca, na zona norte do Rio, foi preso.

A vítima, de 54 anos, sofreu um ferimento no pescoço, mas está bem de saúde. Ela recebeu os primeiros atendimentos, no local, por uma ambulância da Samu.

Para conseguir a liberação da mulher, os policiais do Bope (Batalhão de Operações Especiais) usaram armas não letais e conseguiram capturar o homem. O caso foi encaminhado para a 19ªDP (Tijuca).

De acordo com a Record TV, o homem cumpria regime de prisão semiaberto e deveria ter se apresentado a dois dias. A vítima tentava o convencer a se apresentar à polícia, quando ele a fez de refém.

Contra ele havia um mandado de prisão em aberto, o que o tornava foragido da Justiça. Além disso, o criminoso possuía três passagem pela polícia, sendo uma por ameaça e duas por lesão corporal.

Homem faz mulher refém

Homem faz mulher refém

Reprodução / Record TV

Outras três pessoas, que eram funcionários do estabelecimento, estavam trancados em uma sala e conseguiram sair após a ação do militares.

Policiais do programa Tijuca Presente fizeram um cerco e isolaram o local, por volta de 12h. Em seguida, o Bope chegou ao local, onde até as 14h40 fazia negociação com o homem para conseguir a liberação da refém.

Leia também: Homem é indiciado por estrangular cozinheira na zona oeste do Rio

A subcoordenadora de Comunicação da PM, major Marlisa Neves, informou que existe algum vínculo entre os dois, mas ainda não se sabe se é de mãe e filho, ou um casal.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Raphael Hakime