Bombeiros retomam buscas por helicóptero que caiu no Rio

Duas pessoas estavam na aeronave durante um voo de instrução na hora da queda na Baía de Guanabara. Vítimas não se feriram

Aeronave que caiu podia transportar duas pessoas

Aeronave que caiu podia transportar duas pessoas

Divulgação

O Corpo de Bombeiros retomou as buscas nesta terça-feira (7) pelo helicóptero que afundou após cair na Baía de Guanabara, na zona portuária do Rio de Janeiro, durante um voo de instrução.

As causas da queda da aeronave modelo Robinson R22 Beta, fabricado em 2005, estão sendo investigadas pelo Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos).

O caso aconteceu na segunda (6). Um instrutor e um aluno estavam dentro do helicóptero no momento da queda, mas nada sofreram, segundo a escola de aviação Omni. Ambos foram resgatados por uma embarcação particular que passava pelo local.

De acordo com a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil),  o helicóptero que caiu tinha capacidade para duas pessoas e registro para instrução privada. A situação da aeronave era regular.