Caso Flordelis: testemunha tem casa atingida por bomba

Crime é investigado separadamente, já que ainda não há ligação entre a explosão e os investigados no assassinato do pastor Anderson do Carmo

Uma das principais testemunhas de acusação do caso Flordelis teve a casa atingida por uma bomba. A mulher foi ouvida na DHNSG (Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo) e levou novas provas para a investigação do caso.

Leia também: Eduardo Paes é denunciado pelo MP-RJ e se torna réu por corrupção

De acordo com o delegado Allan Duarte, o crime está sendo investigado separadamente do Caso Flordelis, já que ainda não há ligação entre a explosão e os investigados no assassinato do pastor Anderson do Carmo.

Para polícia, Flordelis é a mandante do crime

Para polícia, Flordelis é a mandante do crime

Reprodução Record TV

Porém se for comprovado que algum dos envolvidos tem ligação com a bomba e a conduta tiver como finalidade intimidar a testemunha, eles serão indiciados também por coação.

Ainda segundo o delegado, não há dúvidas de que a mandante do crime seja Flordelis.

“Sem dúvida alguma, para a polícia, ela é a mandante. Ela é tão perigosa, ou mais, do que as pessoas que estão presas”, afirmou Allan Duarte.

A testemunha é ligada a Lucas dos Santos, um dos filhos da deputada que está preso por envolvimento na morte do pastor. Em entrevista à Record TV, a mulher afirma que Lucas é inocente.

“Ela deixou para planejar o crime quando o garoto tivesse 18 anos, para ele assumir toda a carga dessa família bandida. E ela [Flordelis] é a chefe da bandidagem”, disse a testemunha.

Leia também: Polícia prende PMs suspeitos de armar plano para matar MC Poze

O relatório final do inquérito aponta que a parlamentar manipulava os filhos e os netos. Três dias antes do crime ela se reuniu com Lucas e Flávio para financiar o assassinato de Anderson.

*Estagiária do R7, sob supervisão de PH Rosa