Rio de Janeiro Covid-19: Cláudio Castro diz que vai aplicar R$ 600 mi em vacinação 

Covid-19: Cláudio Castro diz que vai aplicar R$ 600 mi em vacinação 

Governador em exercício do Rio de Janeiro disse que já tem o Plano de Estadual de Imunização contra o coronavírus

  • Rio de Janeiro | Do R7, com RecordTV Rio

O governador em exercício Cláudio Castro disse nesta terça-feira (8) em entrevista exclusiva ao Balanço Geral RJ que o Rio de Janeiro já tem o Plano de Estadual de Imunização contra a covid-19 e que reservou R$ 600 milhões para a vacinação da população fluminense.

Castro disse que escolha de vacina depende da Anvisa

Castro disse que escolha de vacina depende da Anvisa

Record TV Rio

Castro afirmou que a escolha da vacina deverá ser totalmente técnica, mas que aguarda a aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para dar início ao plano.

"Assim que a primeira for cadastrada, vamos nela para saber. E são dois critérios simples: capacidade de entrega x a secretaria [Estadual de Saúde] entender qual tecnicamente é a melhor. Os técnicos vão dizer: 'a melhor é essa'. Vou nela saber a capacidade de entrega: um milhão, dois, três. Se ele [laboratório] tiver, eu compro. Já reservamos em torno de R$ 600 milhões, que é o nosso resultado, vamos fechar no azul depois de muitos anos. E esse azul será todo revertido e separado para a vacinação", afirmou Cláudio Castro. 

Desculpas pela Cedae

Além da pandemia, a falta d’água é outro problema que afeta a população fluminense. Há pelo menos 20 dias, consumidores da capital e da Baixada Fluminense sofrem com a falha no abastecimento da Cedae (Companhia Estadual de Águas e Esgotos) provocada pela demora da manutenção na Elevatória do Lameirão, a principal do sistema.

O governador em exercício pediu desculpas pela sequência de problemas apresentados pela companhia, já que no início do ano também foi identificada uma substância que alterou o cheiro e o sabor da água, e reafirmou que o prazo para normalizar o serviço é até o Natal.

“Queria pedir perdão pela Cedae e já anunciar que todo mundo que foi atingido não pagará por essas contas. Minha orientação clara é isentar as contas. Isso é o mínimo”, comentou o governador em exercício do Rio.

Segurança Pública

Na semana em que duas crianças foram mortas na porta de casa e dois policiais assassinados na Baixada Fluminense, Cláudio Castro defendeu maior tempo de formação agentes de segurança e a reformulação do projeto de ocupação nas comunidades, como as UPPs.

Investigação sobre a morte de Marielle Franco

Mil dias após a morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, o governador em exercício do Rio disse acreditar que a polícia vai chegar até o mandante do crime.

“Trabalhamos todo dia para isso. Tem uma questão judicial com o Google sobre alguns dados que a policia precisa. É uma investigação que está em segredo de Justiça,  e também não sei de todos os detalhes. Mas o que recebo de informações é que tem tudo para chegar ao mandante. Fui colega da Marielle, éramos vereadores juntos na época do assassinato. Todo dia cobro não só esses, mas que todos os crimes sejam desvendados”.

Últimas